Muita disposição e espírito esportivo levaram mais de 1.500 pessoas à avenida Belizário Ramos, na tarde deste sábado (16/05), no 2° Desafio Semasa na Carahá de Corrida e Caminhada pela Saúde. O evento foi promovido pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Água e Saneamento (Semasa) e demais parceiros. Com sucesso de público (1.500 inscritos), superou em aproximadamente 50% o número de inscritos da primeira edição, ocorrida no ano passado.

A concentração, com entrega de kits a partir das 9h, foi no pátio do Fórum Nereu Ramos e a saída às 15h, percorrendo percursos de 10 km e 5 km, nas modalidades corrida e caminhada, divididas em diversas categorias conforme a idade. Com objetivo de incentivar a prática de exercícios físicos e a busca pela qualidade de vida, muitas entidades se engajaram nesta causa e participaram. “É uma demonstração de que as pessoas gostam de eventos como esse. Faltava apenas o incentivo, e esse é o papel do poder público. São atividades físicas que promovem a saúde e muitos outros benefícios, como a autoestima”, comenta o prefeito interino Toni Duarte.

Segundo um dos articuladores do evento, Álvaro Mondadori (Joinha), o desafio superou todas as expectativas, com representantes de 50 cidades do Estado e de outras regiões, totalizando mais de 200 competidores de fora. “Vemos pessoas de todas as idades e famílias inteiras aqui, o que nos deixa muito felizes”, resume.

Foram distribuídos aos vencedores 74 troféus nas diversas categorias, inclusive aos portadores de necessidades especiais, e medalhas a todos os participantes. Os primeiros colocados nas modalidades corrida 10 km e 5 km receberam prêmio de R$ 1.300,00 em dinheiro, o segundo lugar R$ 700,00 e o terceiro R$ 300,00. No final os competidores receberam água e frutas para sua recuperação e todo o trajeto foi acompanhado por policiais e agentes de trânsito, primando pela segurança dos participantes.

Exemplo de superação

A Associação Serrana de Deficientes Físicos (Asdef) esteve presente. Um grupo com oito cadeirantes se inscreveram na prova de caminhada e os primeiros colocados receberam troféus de acordo com a categoria. Esta foi a primeira competição de Silvana Ribeiro, cadeirante e integrante da entidade, mas foi o que bastou para motivá-la a praticar exercícios no seu dia a dia. “Sentimos-nos incluídos e mostramos que apesar das nossas limitações também podemos competir”, afirma.

Superação e persistência também se encaixam no perfil dos idosos que se inscreveram no desafio, integrantes de diversos grupos da terceira idade. Celso Cordova de Oliveira, 84 anos, é exemplo de vitalidade. Ele conta que faz caminhada quase todos os dias, o que justifica tanta disposição para o Desafio Semasa. “Acordo cedo e vou para meu trajeto, que a cada dia é diferente. Somente eu e meu cachorrinho, que sempre me faz companhia”, descreve.

Mas a maior atração do grupo de idosos, chamando a atenção de todos, era Doralice Correia de Oliveira. Ela faz parte do Asilo Vicentino e, no auge dos seus 102 anos, esbanja alegria e disposição, sendo a pessoa com mais idade a participar do desafio. Ela recebeu homenagens.

Famílias participam unidas

O que se via no evento eram turmas de amigos e famílias inteiras. O casal Rosilei e Antônio Deitos veio de Campos Novos com o filho Gabriel, de 7 anos, para competir na corrida de 5 km. Tiveram um excelente tempo, com 24’12 a mãe e 25’20 o filho. “Começamos a treinar desde 2006 e o Gabriel vem com a gente desde os 2 anos e meio de idade. Sempre que sabemos de alguma competição na região, nos inscrevemos”, contam.

Assess. de Imprensa da PML - Fotos: Márcio Ávila