A alegria e a emoção tomaram conta da solenidade de abertura dos 8º Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) de Santa Catarina. Em um coro empolgante, as delegações dos 152 municípios entoavam “Salve a terceira idade, vejam que turma legal, vejam que alto astral”. O evento de abertura recheado de apresentações surpreendeu o público, que lotou o Ginásio Municipal Valmir Orsi, em Criciúma.

Em seu discurso de abertura, o presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Marcelo Kowalski, salientou a dedicação do Governo do Estado de Santa Catarina para com a terceira idade. “O governo Raimundo Colombo tem se dedicado de uma forma exemplar para que seja dado mais atenção a este segmento da sociedade catarinense, que é a terceira idade. Que ao final destes três dias,  tenhamos uma referência para continuarmos seguindo em frente. Levem de Criciúma a esperança de estarmos juntos novamente no próximo ano”, afirma.

A abertura iniciou com o desfile das delegações que agitou as torcidas dos mais de 2,5 mil competidores. Entre as delegações, municípios da Serra, como Lages, Anita Garibaldi, Curitibanos e outros que fizeram bonito na apresentação de bandeiras. 

O momento  mais emocionante foi a entrada do fogo simbólico, conduzido pelo atleta criciumense, Wadsuavo Milack, que aos 89 anos, percorreu a pista com a tocha para acender a pira olímpica, embalado da energia do Coral Show Criança Feliz que seguiu com apresentações. Já o juramento ficou com a atleta, Santa Bernadete Batista Dutra, que com 64 anos, irá competir por Criciúma na bocha.

 

Informações Fesporte