Um dos papéis da imprensa é "refrescar a memória" das pessoas (principalmente de quem for responsável), não podemos deixar morrer alguns assuntos à míngua. Então, fazemos algumas perguntas a quem puder nos responder.....

1) O que foi ou está sendo feito com as obras da Av. Ponte Grande? A Sulcatarinense está tocando a obra a passos de tartaruga, parou de vez ou tudo está "em compasso de espera pela volta do Elizeu Mattos"?

2) E a tal da Praça de Esportes e  Cultura (PEC), obra do Governo Federal que estava quase pronta em frente ao Ginásio Jones Minosso? Quando vai ser concluída e inaugurada?

3) E a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que está em obras ao lado da Rodoviária desde os tempos do Renatinho e ainda está só na base? Alguma notícia?

4) Quando vão terminar de vez as obras da Av. Duque de Caxias? O colega Barão falou outro dia em seu blog que é uma obra que já está em execução  durante o mandato de três prefeitos diferentes (Renatinho, Elizeu e Toni). E que pelo jeito vai ser concluída só Deus sabe quando....

6) E o segundo trecho da Av. Papa João XXIII? Tem projeto pelo menos para a revitalização do "restante" daquela importante via de acesso a Lages (do bairro Petrópolis até a BR-116, na Cidade Alta)?

7) E o tal do "desassoreamento" do Rio Carahá? Vai ficar só nas 60 caçambadas de terra que foram retiradas de onde não deveria (dos barrancos, ao invés do fundo do leito?)

8) E o prefeito Elizeu Mattos, quando vai voltar? Em que momento  a Justiça finalmente vai dizer se ele é culpado ou inocente? Se teve participação direta, indireta ou se não teve nada a ver com a "mala de dinheiro"? Até quando vão deixar o homem afastado do cargo para o qual foi legitimamente eleito sem provarem ou concluírem nada? A quem essa demora interessa diretamente?

9) Por que será que o Ministério Público de SC, Gaeco e Polícia Civil estão fazendo uma verdadeira "devassa" em cima de algumas das principais lideranças  do PMDB de SC (Pinho Moreira, Dário Berger, Edson Periquito (prefeito de Baln. Camboriú), Udo Döhler (prefeito de Joinville) e Elizeu Mattos (prefeito afastado de Lages)? A quem isso também interessa? 

Loreno Siega - Revista Visão