Matéria atualizada às 11h40

 

Uma blitz realizada pela Polícia Militar na Avenida Presidente Vargas, na noite de domingo (18/10), terminou em tragédia. Franciele da Silva Rodrigues, 27 anos, foi atingida com um tiro na cabeça, disparado por um policial militar. Ela está em estado gravíssimo no hospital. As informações são de que a vítima está respirando por meio de aparelhos e que a bala ainda está alojada no crânio.

O tiro deveria ser na direção de um veículo Gol, placas de Lages, que havia furado a barreira policial e atropelado a PM  Karine. Nesse atropelamento,  a jovem policial teve fratura na coxa. Pelo fato da policial ser esposa de outro PM que estava na blitz, o marido reagiu intempestivamente, sacou do revólver e disparou.

Só que o tiro acertou a jovem que passava pela calçada, já que no local funcionam diversos estabelecimentos de alimentação e todos estavam abertos  na noite de domingo. Portanto sempre há movimentação de pessoas.

De acordo com relato do Sargento Aurélio, da PM, dado logo após a fatalidade, “havia uma barreira policial com viatura apropriada na principal avenida da cidade, onde existe bastante movimentação de pessoas.

Um veículo avançou sobre os cones da barreira e contra a policial militar que estava na barreira. O outro policial militar,  que também estava na barreira ao avistar a situação, sacou da pistola e efetuou um disparo na tentativa de evitar que ela fosse atropelada.

Infelizmente o tiro acertou uma vítima civil que passava pela calçada e não tinha nada a ver com a ocorrência. A vítima civil (Franciele) está em morte encefálica e a policial militar quebrou o quadril e já esta em uma situação estável. Tudo está sendo apurado pelo comando do Batalhão.

É uma situação bastante complicada, e na realidade em que vivemos estamos sujeitos a esse tipo de fatalidade, mas perfeitamente possível”.

Segundo informações, o motorista do Gol que parou apenas 50 metros à frente do local é um senhor de  81 anos. E estava lúcido e falando normalmente. Ainda não temos informação sobre o exame de alcoolemia.

 

Leia também:

Policial que atirou em civil está afastado

 

Informações Blog do Barão / Fotos Biguá Jr e WhatsApp Imprensa