O mato voltou a se sobressair entre as flores e folhagens do canteiro central da rua Doutor Walmor Ribeiro. Há alguns meses falamos bem das da rua, que estava toda florida. Mas agora, em vários pontos,  as plantas estão dando lugar ao mato. O ponto mais crítico é pouco antes da sinaleira que corta a Humberto de Campos. E também nas proximidades da empresa NDDigital. 

Que tal o agrônomo da Secretaria do Meio Ambiente, aquele que com tanto carinho e amor cuida do jardim em frente à Catedral,  dar aos comerciantes e moradores da rua um presente de Natal antecipado?

 

Outra situação que chama a atenção é no cruzamento com as ruas Fernando Athaide e 15 de Novembro (aquele onde é comum acontecer acidentes), a passagem dos pedestres foi quebrada de vez. Anteriormente toda semana um dos lados aparecia quebrada, mas era logo concertada pela prefeitura. Agora ou vão fazer a tão sonhada rotula no local ou de tanto arrumarem decidiram acabar com pequena passarela.

Fica o questionamento.