Mais de 30 operários trabalham em várias frentes de serviços nas obras de construção das 200 casas do loteamento e vias de acesso da avenida Ponte Grande, que compõem todo o Complexo. Os trabalhos não cessaram para as festividades de fim de ano e estão em ritmo acelerado.

Segundo o secretário de planejamento, Jorge Raineski, em nenhum momento houve a interrupção dos trabalhos. “A construção do conjunto habitacional é parte integrante de todo o Complexo que é constituído de saneamento, sistema viário, de macrodrenagem e principalmente da realocação das famílias que precisaram sair do local onde moravam para dar espaço às obras da avenida. A obra esta dentro do prazo e em ritmo acelerado, contando com uma equipe a altura para uma obra deste porte”, destaca o secretário.

Do total, 172 casas estão erguidas com reboco interno e externo das paredes e cobertura concluídas, faltando apenas a finalização da obra. As 28 casas restantes estão em fase de construção, sendo que em quatro delas o trabalho de concretagem está pronto e os radiers- tipo de fundação superficial ou direta que distribui toda a carga da edificação para serem concretados- das demais, estão previstos para começar na próxima terça-feira (26). “Retomamos os trabalhos com força total no início de dezembro do ano passado. Os serviços seguem conforme o cronograma e até julho serão concluídas as etapas construtivas da obra”, explica Rafael Steinck Coelho, engenheiro responsável pelas obras do loteamento Ponte Grande.

Além da construção das casas, outras frentes de serviço estão em fase adiantada como a instalação de portas e janelas, instalação do equipamento do sistema de água quente, colocação de gesso, pintura, assentamento de cerâmica interna e a pavimentação das cinco ruas do loteamento. “A pavimentação das ruas é um trabalho árduo e demorado, mas em três semanas a metade da primeira rua já foi pavimentada”, destaca Rafael.

Com investimentos de mais de R$ 11 milhões, o loteamento Ponte Grande contará com 200 casas de 44 metros quadrados cada, contendo dois quartos, sala e cozinha conjugadas e banheiro adaptado. As residências são geminadas, com área de terreno de 240 metros quadrados cada. Há a possibilidade de ampliação do imóvel, construção de garagem e jardim. O condomínio tem sistema construtivo moderno, que consiste a alvenaria estrutural e laje de cobertura que oferece resistência, segurança e durabilidade aos imóveis.

Pavimentação da avenida e acessos

O secretário Raineski ainda afirma que, em relação à pavimentação asfáltica de toda a extensão da avenida, as obras de saneamento acontecem primeiro. “O projeto de saneamento está sendo licitado, bem como haverá outra licitação para a drenagem pluvial e macrodrenagem. Para a pavimentação, o trecho entre a avenida Presidente Vargas até a BR 282 terá prioridade para melhorar a mobilidade urbana”, explica.

Haverá também uma pavimentação provisória com cascalho em toda a avenida para que o tráfego de caminhões pesados seja escoado para aliviar o trânsito das avenidas Antônio Ribeiro dos Santos e 1º de Maio, ambas no bairro Várzea. “Com isso deixaremos este trecho com condições de trafegabilidade e teremos a efetividade da obra, ao atender uma demanda importante da cidade”, diz Raineski.

A rua Olímpio da Cunha, principal via de acesso ao loteamento e a avenida Ponte Grande começou a ser pavimentada no início da semana. “Uma das condições impostas pelo Ministério das Cidades, seria a pavimentação do acesso ao conjunto habitacional. A equipe já concluiu toda a parte de drenagem pluvial, sub-base, base, imprimação e agora estão fazendo o que chamam de salgar o trecho para a colocação da primeira camada asfáltica”, diz o secretário.

O asfaltamento desta rua está em fase de conclusão e a topografia da nova ponte sobre o rio Ponte Grande já foi feito. Nos próximos dias a empresa começará os trabalhos das fundações da primeira estrutura. “Recentemente foi feita uma auditoria, aonde a equipe técnica veio verificar o estado e o controle que esta obra tem. Com todos os gastos devidamente documentados e legitimados com total transparência e lisura por parte do poder publico, estes fatores foram bastante elogiado”, finaliza.

Assess. de Imprensa da PML - Fotos Toninho Vieira