Gladis Guilhermina Cardoso, de 43 anos, que estava desaparecida desde o último dia 31 de março, foi encontrada ontem a tarde às 14h20, no rio Canoas, pelo Corpo de Bombeiros de Correia Pinto.

O corpo de Gladis estava preso a galhos na margem do rio, a 3 quilômetros da ponte da BR-116. De acordo com os bombeiros, as buscas iniciaram sexta-feira (1/04) pela manhã. A causa da morte teria sido afogamento.

O velório de Gladis será feito na Capela Bom Samaritano, em Correia Pinto.

 

Vinicius Prado - Revista Visão

Foto: Reprodução/ Divulgação