Produtores agrícolas da Serra Catarinense, estudantes, pesquisadores e profissionais da área agronômica estão reunidos no Centro de Ciência Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages. Eles participam do 1º Encontro Estadual do Sistema de Plantio Direto de Hortaliças, que acontece no Anfiteatro Caverna.

A abertura aconteceu nesta quarta-feira, 13, com a presença de representantes dos meios político e acadêmico do Estado. Nesta quinta-feira, 14, o evento segue com palestras que abordam sistemas inovadores, utilização de máquinas e equipamentos, articulação de movimentos populares, entre outros assuntos.

A programação encerra nesta sexta-feira, 15, com visitas a campo em propriedades rurais de Ituporanga, no Vale do Itajaí. O encontro também marca o Dia Nacional da Conservação do Solo, comemorado em 15 de abril.

De acordo com um dos organizadores, professor Álvaro Mafra, o objetivo é a troca de experiência dentro do tema do evento: Da Transição à Consolidação com Base Agroecológica. "Visamos o manejo do solo com maior produção e resultado econômico aos produtores, além da conservação dos recursos naturais".

Segundo o diretor-geral da Udesc Lages, João Fert Neto, a universidade fomenta estudos deste sistema há pelo menos 16 anos, "na busca de melhorar a renda dos produtores com o desenvolvimento sustentável e a redução dos impactos ambientais, da contaminação de alimentos, da degradação de recursos naturais, em especial, da água e do solo".

O encontro tem a colaboração da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), em conjunto com agricultores, técnicos, estudantes e pesquisadores como multiplicadores de conhecimentos e de práticas.

Assessoria de Comunicação da Udesc Lages