A Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma) abriu nesta sexta-feira, 17, as inscrições para a 9ª edição do Prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental, iniciativa que premia os melhores trabalhos jornalísticos de valorização do meio ambiente. A nona edição do Prêmio foi lançada na noite de quinta-feira, 16, durante o evento Pautas e Panelas, da Associação Catarinense de Imprensa.

Durante o evento, opresidente da Fatma, Alexandre Waltrick, anunciou as novidades desta edição. “Temos duas importantes conquistas. A primeira delas é a criação da categoria fotojornalismo, que irá premiar as melhores fotografias com contexto jornalístico e ambiental. A segunda novidade é o aumento da premiação em dinheiro, que sobe de R$ 5 mil para R$7 mil para o primeiro lugar estadual e de R$2mil para R$3 mil para o segundo lugar estadual em cada categoria. A premiação total este ano será de R$50 mil”, contou Waltrick.

Ainda durante o evento, opresidente da Fatma lançou um desafio aos jornalistas. “O contexto ambiental vai muito além da preservação. Por isso, proponho aos jornalistas que busquem a produção de matérias que mostrem iniciativas de educação e gestão ambiental”, disse o presidente.

As inscrições para a 9ª edição do Prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental podem ser feitas pelo site e os materiais entregues nas 16 coordenadorias da Fatma ou na sede da instituição, em Florianópolis. Podem participar jornalistas profissionais autores de reportagens sobre meio ambiente em quatro categorias: mídia impressa (jornal e revistas), mídia eletrônica (rádio e TV), internet e fotojornalismo. Para concorrer, os trabalhos devem ter sido publicados entre 1º de novembro de 2015 e 16 de outubro de 2016.

Os trabalhos premiados farão parte do acervo da biblioteca da Fatma. Mais informações sobre o regulamento e inscrições podem ser obtidas no site da Fatma: www.fatma.sc.gov.br.

 

Assessoria de Comunicação da Fundação do Meio Ambiente