O Motoneve movimentou Lages neste final de semana. O evento  é o resultado da determinação e iniciativa de duas famílias apaixonadas por motociclismo, que apostaram e acreditaram. “E hoje nós temos este evento que atrai muita gente para Lages, movimentando a economia de nossa cidade”, afirma o secretário de Turismo, Flávio Agustini. A abertura do XXI Motoneve ocorreu na noite de sexta-feira (8/07). “Quando nasceu o evento, eu estava junto”, relembra.

O Motoneve foi criado em 1994, quando os amigos Paulo Todeschini e Sérgio Boscato retornavam de um encontro de motos ocorrido em Itajaí. “Ficamos conversando, pensando que queríamos um evento aqui (em Lages) e começamos a organizar o Motoneve”, relata Paulo. “Desde a primeira edição, vem crescendo vertiginosamente, consolidando-se como uma atração na Serra durante o inverno”, acrescenta.

E Sérgio ressalta o envolvimento das esposas Luci (Boscato) e Jussara (Todeschini). “O Motoneve é um evento familiar, com várias atrações e atividades que garantem lazer e entretenimento. Atrai motociclistas de várias partes do país. Hoje já encontrei pessoas de Niterói (RJ) e do Espírito Santo”, comemora. A programação prevê a apresentação de bandas locais, exibição de manobras em motocicletas – wheeling, freestyle, zerinhos e dinamômetro – e outras atividades.

Programação

Uma exposição de carros antigos, uma feira de produtos para motociclistas e praça de alimentação com food trucks compõem a estrutura. A prefeitura colocou no pavilhão uma charrete decorativa e uma exposição com paisagens serranas que servem como cenários para “selfies”. A Secretaria Municipal de Turismo montou um estande, onde presta informações e orientações. O XXI Motoneve marca o início do Festival de Inverno Serra Catarina, lançado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e outras entidades, nesta semana.

Assess. de Imprensa da PML - Fotos: Toninho Vieira