Os 20 orientadores de trânsito foram treinados para dirimir dúvidas dos usuários. A Área Azul funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18 horas. 

Está em fase inicial o novo sistema de gerenciamento do estacionamento rotativo da Área Azul nas principais ruas e avenidas de Lages. Consiste no modelo digital de comercialização de créditos para ocupação de vagas por parte dos veículos. A Área Azul Digital, um modelo moderno, informatizado, aplicado em Lages pela Associação de Assistência Social, Trabalho e Cidadania (Samt), reorganiza o sistema. Além de atender às necessidades dos usuários, fortalece ações sociais desenvolvidas no município, como os projetos Ciranda e Com... Viver, através da renda obtida com a venda do tempo de permanência nos espaços destinados a veículos.

Com a inovação, a cada placa registrada no talão de papel será possível a retirada de no mínimo oito placas de veículos com o novo equipamento emissor dos tíquetes eletrônicos, tamanha a agilidade proporcionada. Dez mil panfletos estão sendo distribuídos como orientação e norteamento aos motoristas acerca da novidade. O sistema está sendo introduzido gradativamente nesta quinta (14) e sexta (15), para que na segunda (18) esteja funcionando plenamente. Técnicos de Rio do Sul estarão em Lages nesta quinta para habilitar o sistema.

Os 20 orientadores de trânsito foram treinados para dirimir dúvidas dos usuários. A Área Azul funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h. “A implantação do sistema digital será gradual para não causar fortes impactos aos cidadãos”, salienta a presidente da Samt, Rosa Abou Hatem. Em 1987, a Samt, antes chamada Sociedade de Apoio ao Menor Trabalhador, já operava, com o Projeto AMO, na gestão do estacionamento rotativo com talões impressos.

41 postos de venda

A partir de agora serão emitidos tíquetes eletrônicos nos 41 postos de venda estabelecidos (veja na galeria de imagens seus nomes e localização). Os cartões de papel deixarão de ser utilizados com o passar do tempo, porém, têm validade até dezembro deste ano. Os tíquetes eletrônicos serão comercializados apenas nos postos de venda onde o usuário deverá informar a placa do veículo, o tipo de vaga a ser ocupada (vaga normal, ou carga e descarga), limitado o período de permanência por até duas horas, por isso o nome “rotativo”.

Será possível que o motorista desocupe a vaga depois de duas horas e procure outra para permanecer de modo democrático. Cada hora custa R$ 1,00. O pagamento poderá ser efetuado mediante a compra avulsa, informando-se a placa e o tempo que deseja permanecer, podendo ser uma ou duas horas de uso mediato. Ou, há a opção de compra de crédito de estacionamento lançados no CPF ou CNPJ do usuário, aos quais a placa do veículo estará vinculada.

O valor mínimo de recarga de crédito será de R$ 1,00, não havendo valor máximo para compra de créditos, sem a perda de sua validade, pois automaticamente estarão lançados na conta do usuário. Uma vez adquirido o tíquete, não é necessário que o usuário retorne ao veículo; no momento em que é comprado, o veículo já estará regularizado na vaga. “O sistema irá liberar a aquisição de tíquetes eletrônicos em conta dentro de aproximadamente 15 dias”, avisa a presidente da Samt.

Sempre que houver uma cobrança em débito automático, será informado o saldo remanescente da conta no recibo gerado, o que pode ser consultado no site www.areaazuldigitaldelages.com.br. Caso o usuário não efetue cadastro, deverá sempre comprar hora avulsa, de uma ou duas horas, conforme sua necessidade. Quanto às motocicletas, de acordo com a Lei Federal regente, também devem pagar pelo espaço ocupado. Contudo, a Samt fará a cobrança gradativamente.

 Assess. de Imprensa da PML - Foto: Nilton Wolff