A Câmara de Desenvolvimento da Indústria Florestal da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), realizou na tarde de quinta-feira (28/07), em Lages, um encontro que reuniu empresários e técnicos do setor de base florestal do estado que debateram sobre o futuro do setor nas regiões de Santa Catarina.   O estado possui hoje a maior cobertura florestal nativa do país. É considerado o maior exportador de móveis e produtos de celulose fibra longa. Além disso, é o segundo maior produtor e exportador de madeira processada e de móveis de madeira. Mesmo com essas características promissoras especialistas afirmam que o futuro da madeira pode estar comprometido.   Para o vice-presidente da STPC Engenharia e Projetos, empresa que atua há 35 anos no ramo, José Siqueira, a grande redução da área se dá por conta do mercado. “Com a demanda diminuindo é preciso evoluir para não se tornar commoditie. É preciso agregar valor ao produto”, explica.   Ele utilizou como exemplo a empresa Ekomposit que trabalha aço e madeira. A empresa já inova no setor utilizando tecnologias para agregar maior valor ao produto.   Aplicativo para auxiliar empresários do setor   Um dos benefícios desenvolvidos pela Câmara de Desenvolvimento da Indústria Florestal da Fiesc é o portal setorial.   Na plataforma que também pode ser acessado pelo smartphone por meio do aplicativo, o empresário encontra facilmente informações sobre o mercado, tendências, investimentos, linhas de fomento, produtos e serviços. Todos os dados são atualizados diariamente para que possam auxiliar o empresário na tomada de decisão.   Sobre a Câmara   A Câmara é um setor da Fiesc que procura atuar na promoção do desenvolvimento sustentável do setor de base florestal de Santa Catarina, para que continue progredindo e colaborando para o desenvolvimento socioeconômico das regiões nas quais estão instaladas as unidades industriais.

Informações e fotos: Catarinas Comunicação