No próximo domingo, dia 14 de agosto de 2016, fecha o prazo dado à Sinotruk para que iniciasse as obras de implantação da sua fábrica de caminhões em Lages. 

2015 - Prefeito em Exercício, Toni Duarte, assina escritura de doação do terreno à empresa

O anúncio oficial foi feito ainda em 2012, antes e durante o processo eleitoral (lá no Serrano Tênis Clube, com muita  pompa - durante a campanha eleitoral que culminou com a vitória de Elizeu Mattos à Prefeitura). De lá para cá, promessas, promessas, retardamentos, prazos e mais prazos que não foram cumpridos. 

14/12/2013 - Comitiva de chineses visitando o terreno onde ficaria a fábrica 

Nesse período, o Governo do Estado comprou (pela bagatela de quase R$ 8 milhões) uma imensa área de terras lá no distrito de Índios, às margens da BR-282,  que um tempo depois foi doado à empresa já que se instalaria em Lages. Feliz da vida deve ter ficado o então proprietário do terreno, o empresário Osvaldo Parizzoto (Grupo Cepar), que ganhou um dinheirão pelo "latifúndio". 

De lá para cá, começou a Operação Lava Jato. Descobriram-se desvios milionários na Petrobrás, passou quase uma administração inteira (4 anos), a Presidente Dilma sofreu impeachment, assumiu o Governo do Brasil o vice, Michel Temer, e o Brasil atravessa sua mais grave crise econômica e política. 

E nenhuma notícia de confirmação - ou desistência - da Sinotruk. 

27/07/2012 - Serrano Tênis Clube - Anúncio oficial que a empresa viria para Lages. 

O prazo legal esgotará no domingo, dia 14 de agosto. Espera-se que na segunda-feira, dia 15/08, o Governo do Estado vá lá e tome legalmente de volta o referido  terreno. E doe quem sabe para outra grande empresa. Ou para várias outras pequenas e médias empresas que efetivamente queiram e venham a se instalar em Lages. 

Loreno Siega - Revista Visão