Uma das maiores empregadoras de mão de obra em Lages está a poucos passos de estar ainda mais distante dos demais empreendimentos nesta estatística, em virtude da meta de construir uma nova unidade física, esta dentro do Parque Órion, localizada em terreno próximo ao prédio do Centro de Inovação, no bairro São Francisco. No final da tarde desta quinta-feira (18) foi dado prosseguimento aos trâmites exigidos por legislação municipal para a doação da área pelo Município, com cerca de cinco mil metros quadrados.

Tempo atrás, a empresa protocolou, junto ao Município, a intenção de execução desta obra. O Município, por sua vez, sinalizou positivamente. Esta será a terceira unidade da Flex em Lages, paralelamente às estruturas situadas na rua Plácido Damiani, bairro Guadalupe, e na avenida Duque de Caxias, no Sagrado Coração de Jesus. A entrega do requerimento de concessão de terreno, bem como incentivo econômico e fiscal, foi formalizada nesta quinta, dentro do Parque Órion, entre o prefeito Elizeu Mattos e o presidente da Flex, Topázio Silveira Neto.

“A empresa é uma das principais potências de Lages, com filiais espalhadas em outras cidades do Estado e em São Paulo. Propicia atenção ao jovem em início de carreira profissional ou que está concluindo a graduação, dando chances para seu crescimento em uma empresa de grande porte. Tem nosso total apoio”, ressalta o prefeito Elizeu Mattos.

O secretário do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Juliano Chiodelli, replica que, “estávamos aguardando a empresa entregar, de acordo com a Lei Municipal 3.626 (de incentivos fiscais e econômicos), o projeto econômico-financeiro para que a doação seja concretizada e consolidada”, enfatizando ser este o segundo passo no andamento do processo.

“A Flex se enquadra na Lei Municipal 3.934, específica do Parque Órion, de tecnologia e inovação, e além do call center em terreno satélite, na nova unidade, a empresa contará com um laboratório de Centro de Pesquisa & Desenvolvimento dentro do edifício central. Portanto, a Flex, além de ser uma grande parceira, vem colaborar com este momento de desenvolvimento e crescimento do Órion”, acentua Chiodelli, lembrando do papel ímpar desempenhado pela organização, que consiste na abertura de oportunidade do primeiro emprego.

Ao seguir seus planos de expansão em Santa Catarina, a Flex prevê, além da terceira unidade em Lages, outra em uma nova cidade catarinense, ainda em prospecção. A vice-presidente do Instituto Órion, Nelissa Gevaerd Colossi Branco; o executivo do Parque Órion, Clation Camargo, e o assessor técnico da Secretaria do Desenvolvimento, Gustavo Matias, acompanharam o encontro.

 

Novos empregos

 

A nova planta da Flex terá capacidade para a geração de até três mil empregos, sendo que nesta primeira etapa podem ser criados entre 500 e mil postos de trabalho. As ocupações serão graduais. Entretanto, atualmente a empresa conta com o estudo preliminar da capacidade de acordo com seus objetivos. “Atualmente as duas unidades concentram aproximadamente dois mil funcionários. Temos um projeto bastante audacioso e acreditamos que chegaremos aos três mil colaboradores somente no Parque Órion”, explica a superintendente administrativo da Flex, Luciana Ávila.

Fundada há sete anos, a Flex Contact Center tem sede em Florianópolis, duas unidades de atendimento em Lages e uma em Xanxerê, empregando 5,3 mil pessoas no Estado, onde a empresa nasceu. Está em Lages há cinco anos e começou com uma unidade com 200 pessoas. Com unidades também em São Paulo, o total geral de empregos chega a 12 mil profissionais. Seu crescimento em 2015 esteve no patamar de 35%. A previsão para 2016 é crescer mais 30%. Atende em torno de 50 clientes, de setores como financeiro, seguros, telecomunicações, varejo e indústrias.

 

Participação no Conexão Serra

 

Flex será uma das empresas patrocinadoras e expositoras participantes da segunda edição do Conexão Serra, a ser promovido no Parque Órion pelo Núcleo de Tecnologia e Inovação da Associação Empresarial de Lages (Acil) nos dias 25 e 26 de agosto. Vale lembrar que o edital de participação de empresas interessadas em serem incubadas no Órion foi aberto no dia 27 de julho e segue até o dia 9 de setembro. Já o edital destinado a projetos inovadores e empresas tecnológicas foi lançado nesta sexta-feira (19). São em torno de 40 vagas. As empresas irão receber desde a parte de infraestrutura, com salas mobiliadas, Internet e outros benefícios, até apoios institucionais, com assessorias e mentorias que o Parque oferece.

 

Assess. de Imprensa da PML - Foto: