Neste sábado (27), às 16h, acontece a quarta edição do Palco Aberto Marajoara, apoiado pela Fundação Cultural de Lages (FCL). Nesta edição, a entrada é um quilo de alimento. As doações serão destinadas ao Asilo Lar Menino Deus. O projeto, que visa profissionalizar e promover a música local, já levou 12 bandas ao palco do maior teatro de Lages.

O show é apenas parte de um processo que envolve o ensino e compartilhamento de diversos conceitos e experiências da cadeia produtiva musical.“Esperamos que o Palco Aberto Marajoara seja a semente de um processo que faça emergir grandes artistas lageanos. Novos ‘Daniel Lucena’, novos ‘Orquídea Negra’, seja na qualidade ou na projeção”, diz o coordenadorThomas Michel.

O projeto já trouxe resultados práticos para bandas que participaram das três primeiras edições. A Abominação, que tocou na primeira edição, por exemplo, conseguiu shows fora de Lages e está no processo de gravação do primeiro videoclipe.


Quem são as bandas, segundo seus próprios integrantes:

 

Nova d.C

Pioneirano rock cristão dentro da cidade de Lages. A Nova d.C faz uma síntese de rock e swing, proveniente do funk e soul americano. Em 2014 lançou o primeiro álbum, “Opções”. Nele, relata as escolhas que a banda segue referente ao viver cotidiano por meio de letras que falam da vida com Deus, amor, decisões do diaadia, responsabilidade e, acima de tudo, falam de Cristo.


Plunder
A Plunder é um “punhado de garotos nervosos”, que pretendem “reviver a glória do heavy metal tradicional”. Para isso se utiliza de uma fórmula simples: guitarras pesadas,bateria com pegada, baixo preciso e vocal agressivo.Com letras calcadas na história da violência humana, a Plunder começou sua história com a cabeça voltada para suas composições. As letras sempre ficam sob a égide dos maiores e mais cruéis episódios que o planeta já viu: dos saques do exército mongol ao massacre das crianças paraguaias por parte do império brasileiro.Sempre nessa linha, a Plunder conseguiu em um ano participar dos principais festivais de metal de Santa Catarina. Pouco tempo de existência, mas já com alguma experiência de estrada.

 

Curto Circuito

Curto Circuito foi criada por quatro amigos que não têm noção alguma do que é ser um bom músico. Além de composições próprias, usam e abusam da história tocando clássicos do rock nacional e internacional de bandas como AC/DC, Guns N’Roses, Black Sabbath e Iron Maiden.Em agosto de 2016, a Curto Circuito fez sua estreia nos bares lageanos, e é o início de uma carreira que promete.

 

Megaluce
A Megaluce é uma banda de amigos, que se apoia no rock para sair “viajando” nos mais variados estilos, que não se prende às comodidades, não toca cover. Começou sendo uma banda de estúdio e gravou dois EPs (2012 e 2015) e um videoclipe (2016) para só depois se aventurar nos palcos, pouco a pouco evoluindo a proposta das músicas.  Rifas, distorções esquisitonas, modulações, bateria forte e sintetizadores dão o tom das composições, entrelaçadas com letras despretensiosas.

 

Serviço:

Local do evento: teatro Marajoara

Quando: sábado, 27 de agosto, às 16h

Ingresso: 1kg de alimento

Bandas: Nova d.C, Plunder, Curto Circuito eMegaluce

 

Assess. de Imprensa da PML - Foto: Divulgação