O prefeito Elizeu Mattos acompanhou o início das obras de saneamento básico do Complexo Ponte Grande, no trecho localizado no bairro Caravágio, na manhã desta terça-feira (20). A ordem de serviço foi assinada no início deste mês e a empresa STC Serviços de Terraplanagem e Construção Ltda., mesma que desenvolve as obras de saneamento do Complexo Araucária, está no local com todo maquinário e colaboradores necessários para dar seguimento aos trabalhos.

São investidos recursos na margem dos R$13.577.777,77 do governo federal. A empresa tem um prazo de 548 dias para concluir a obra. “Hoje as obras do Complexo Ponte Grande estão andando com força total, já com recursos devidamente depositados em conta bancária. Esta obra levará todo o esgoto coletado desde a altura do Lages Garden Shopping até a estação de tratamento do bairro Caça e Tiro”, aponta o prefeito Elizeu.

Para dar seguimento aos trabalhos o projeto foi dividido em etapas, das quais o saneamento básico está em andamento como parte primordial de todo o Complexo. “Não se pode pensar em infraestrutura, pavimentação, passeios e ciclovias sem antes trabalhar com a rede de saneamento básico. Adequamos o projeto e o fizemos acertadamente por etapas, assim os trabalhos serão concluídos mais rapidamente”, afirma o prefeito.

Aumento do índice de tratamento de esgoto

Neste momento, além das obras dos emissários do saneamento básico, também são realizadas as obras dos coletores de esgoto no residencial Ponte Grande (antes denominado Gralha Azul). O prefeito Elizeu Mattos afirma que com todas as obras de saneamento já executadas e as que estão em execução na cidade, como os Complexos Ponte Grande e Araucária, Lages terá cobertura de 52% de esgoto coletado e tratado. Atualmente a cobertura é de 21%. “Isso significa que, em relação ao que foi feito em 250 anos sobre coleta de esgoto, este índice mais que dobrou nos últimos quatro anos e temos projetos já desenvolvidos pela Semasa para chegar a 80% a capacidade de tratamento, com a conclusão da estação de tratamento de esgoto do bairro Araucária e demais obras”, explica.

Os trabalhos do Complexo Ponte Grande contemplam o alargamento e desassoreamento do rio, construção e urbanização da avenida que interligará 13 bairros, desde a avenida 31 de Março, no Guarujá, até a rua Cirilo Vieira Ramos, no bairro Caça e Tiro, além da rede coletora de esgoto, com seus emissários, em todos esses bairros. Após a desistência da empresa Sulcatarinense, por problemas financeiros da mesma, a obra precisou passar por um inventário e ser dividida em lotes, com licitações separadas.

A fiscalização da parte de saneamento está sob a responsabilidade da Secretaria de Águas e Saneamento (Semasa) e os demais, da Secretaria de Infraestrutura. O secretário Benjamin Schultz também acompanhou o início dos trabalhos. “Hoje a empresa dá prosseguimento a instalação de 2.700 metros de emissários, que são redes-tronco que levam o grande volume de esgoto à estação de tratamento. Aqui fica o início de uma obra importantíssima para a cidade”, destaca.

Obra dividida em etapas

Entre as etapas da obra, o primeiro lote está em execução e se trata do acesso ao condomínio que abrigará as famílias remanejadas. Já foi feita a primeira capa asfáltica, assim como os passeios estão prontos. O segundo é a rede de esgoto e o terceiro contempla a saída da ponte da rua Olímpio da Cunha, no acesso do condomínio até a Cirilo Vieira Ramos no bairro Habitação. O quarto lote será toda a urbanização da avenida, finalizando os trabalhos no Complexo. Nos próximos dias haverá o processo licitatório para a infraestrutura da obra que será a pavimentação, colocação de passeios, ciclovia. “Na próxima semana estarei em Brasília e em uma das audiências tratarei sobre a liberação de mais recursos para as obras da Ponte Grande e Complexo Araucária”, finaliza o prefeito Elizeu.

 

Assess. de Imprensa da PML - Foto: Sandro Schuermann/ PML