Na reunião da diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Lages desta terça-feira (25) diversos assuntos fizeram parte da pauta de trabalho. Entre os mais discutidos estiveram a campanha Natal Premiado e o Natal Felicidade, projeto Rede Vizinha e a padronização da comunicação da área central.

Com a proximidade da data mais aguardada pelo comércio vem também os eventos ligados ao Natal. A campanha Natal Premiado deste ano vai distribuir R$ 100 mil em prêmios. Serão mais de 500 estabelecimentos credenciados. Os prêmios são vale compras entre R$ 500 e R$ 20 mil. Haverá seis sorteios. O primeiro está marcado para o dia 26 de novembro.

A CDL se envolve diretamente na realização do Natal Felicidade. Uma das preocupações com o evento deste ano é a troca da administração do município no período de execução. A presidente Rosani Pocai entrou em contato com o prefeito eleito, Antonio Ceron, para mostrar a estrutura e falar sobre como será feita a retirada do material. “ Teremos muita coisa nas ruas e que precisam ser devidamente guardadas. Queremos deixar tudo alinhado com a nova equipe para que nada se perca, por isso, vamos nos reunir com o prefeito nos próximos dias”.

 

Segurança

Em dois meses de criação, a Rede de Vizinhos, uma estratégia de policiamento do comando da Polícia Militar, conta com 300 lojistas cadastrados em Lages. A CDL confeccionou placas para identificação desses empreendimentos com a intenção de coibir a prática de furto. No grupo de whatsapp é feita a troca de informações sobre possíveis acontecimentos.

A rede é importante porque torna mais rápida a ação da polícia. Com informações e fotos recebidas fica mais fácil a identificação dos autores, e isso dá mais agilidade ao trabalho. Nesse período de projeto, três indivíduos foram presos em flagrante pela guarnição da PM e encaminhados à delegacia. Para Rosani, a Rede Vizinha é uma forma de proteção mútua. “Um lojista cuida do patrimônio do outro e a sensação de segurança é maior”.

Para integrar a Rede Vizinha é necessário entrar em contato com a coordenadoria do Setor 5 da Polícia Comunitária.

 

Comunicação visual

Do Conselho Municipal de Desenvolvimento Territorial surgiu um grupo de estudos para discutir e colocar em prática ações que visam à padronização da comunicação visual dos estabelecimentos comerciais da área central. Uma das metas é fomentar a discussão entre entidades, poder púbico e sociedade sobre a criação de uma legislação específica.

Outro objetivo é fazer com que a comunidade conheça os objetivos e perceba os benefícios de ter uma comunicação planejada e unificada. “ Queremos que as pessoas vejam o quanto fica mais bonito se tudo estiver de maneira uniforme. Temos prédios históricos ricos em elementos arquitetônicos escondidos embaixo de tantas placas”, destaca Rosani. A ideia é criar uma campanha nas redes sociais para conquistar a simpatia da população à causa.