O palco do teatro Marajoara se encheu de cores e movimentos na noite desta quarta-feira (26) durante a abertura da terceira edição do Festival Municipal de Dança. O evento é promovido pela Secretaria de Educação e terá sua última noite de apresentações nesta quinta-feira (27), das 19h às 20h30min.

Estão participando 26 unidades escolares do ensino fundamental e da educação infantil, o que movimenta aproximadamente 300 alunos, de diversas idades. Eles foram divididos em dois grupos: 13 se apresentaram nesta quarta e o restante sobe ao palco nesta quinta.

A dedicação de pais e professores garantiu o sucesso das apresentações, cuidando de cada detalhe, desde os ensaios diários, a escolha das coreografias, a montagem dos figurinos, a maquiagem, os cenários, a iluminação, ou seja, tudo que tornou a noite um grande espetáculo.

A plateia, formada pelos pais, amigos e familiares dos estudantes aplaudia a cada número apresentado, entusiasmada com o desempenho dos pequenos. “Ela estava superansiosa para a chegada deste dia. Sempre adorou dançar, desde pequenina, e o festival a impulsionou a mostrar o talento para todos, em cima do palco. E tomou gosto, pois esta é a segunda edição que ela participa”, comentam orgulhosos, Cristiane e Edilson Santos, pais de Letícia, 10 anos.

Diversosritmos

O tema deste ano é“Ritmos que encantam”, trazendo para o palco do teatro quase todos os estilos brasileiros que marcaram época, desde a década de 50 até as danças contemporâneas. A primeira apresentação foi uma viagem pelos Anos Dourados, onde houve a ascensão do rock no Brasil e o psicodelismo das músicas que ditavam um ritmo mais frenético pelas pistas de dança.

Intervenções teatrais marcaram ainda mais os espetáculos, trazendo a arte à tona e mostrando os diversos tipos de talentos dos tão jovens estudantes. Homenagens foram prestadas aos grandes músicos sertanejos da região Centro-Oeste do país. Todos a caráter, meninas com bota cano alto, colete e camisa branca e os meninos com a clássica camisa xadrez, logo ao chegar já evidenciavam o que seria apresentado.

 

Educação Infantil

Já os pequeninos da Educação Infantil entraram no clima da década de 60, quando um novo estilo de rock’nrollestava em ação no Brasil, marcados como os Anos Rebeldes, com manifestações, protestos e o nascimento da Jovem Guarda,movimento cultural que fez história e é reverenciado até os dias atuais.A noite também foi marcada por vários outros ritmos, mostrando a riqueza da cultura brasileira, com a alegria do axé da Bahia e o tradicionalismo das danças gaúchas, além de outros.

Assess. de Imprensa da PML - Fotos: Cao Ghiorzi