O município de Camboriú já aprovou uma lei que proíbe vereadores eleitos daquela cidade de ocuparem cargos na administração durante a respectiva legislatura. 

Com isso, acabou-se a farra do sujeito  se candidatar, se eleger e depois deixar o cargo para ser secretário disto ou daquilo, abrindo vaga para suplentes assumirem na Câmara. 

Se o cidadão queria ser vereador - se candidatou - e se elegeu - que cumpra o mandato até o final. 

Hoje à noite (08/11), Florianópolis votará projeto no mesmo sentido (não sei se será aprovado). E outras cidades do litoral farão o mesmo. Que tal implantar essa medida em Lages? Garanto que o povo seria a favor. 

Loreno Siega - Revista Visão