Ao comentar a vitória de Donald Trump na presidência dos Estados Unidos, o deputado Fernando Coruja parodiou o escritor Tomasi di Lampedusa e referiu-se ao resultados das eleições que derrotaram a candidata Hillary Clinton dizendo a seguinte frase: "algo deve mudar para que tudo continue como está". A frase, célebre na Itália do Ressurgimento, no século XIX, foi pronunciada por um personagem do livro “O Leopardo”, de Lampedusa.

 

"Lá nos Estados Unidos, como aqui, as pesquisas, e por serem pesquisas, erram. Trump derrotou Hillary, os crédulos e os incrédulos. Alguns já dizem que estamos diante de uma grande revolução, o principal acontecimento desde a Segunda Guerra Mundial. Não acredito. Trump vai governar à maneira dele, mas vai ficar tudo do jeito que está", prosseguiu o deputado, lembrando que no Brasil as eleições deste ano nos trouxeram exemplos assim.

 

Ele citou a vitória de Marcelo Crivella no Rio de Janeiro, representante de um modelo conservador, defensor da teoria criacionista, evangelizador na África e ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus. No outro lado, Marcelo Freixo, um professor de história e defensor da legalização do aborto e das drogas, que encarnou a resistência das forças de esquerda em plena crise do Partido dos Trabalhadores.

 

"Eu estava torcendo pela Hilary, mas quando o voto escolhe, temos que refletir e aceitar. É importante entender o recado que vem das urnas". Finalizou.

 

Luci Franceschini - Assess. de Imprensa do deputado Coruja