Um público de mais de 500 pessoas prestigiou, na noite da quinta-feira, 24/11, um concerto ao ar livre com o Coral e a Orquestra Sinfônica de Lages, realizado pelo Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages. O evento marcou o encerramento do Novembro Cultural promovido pelo centro.

A orquestra subiu ao palco, sob a regência do maestro Joed Jeffer, com 30 músicos e 30 coralistas, e embalou o público com um repertório diversificado, incluindo músicas eruditas, populares, instrumentais e clássicos do rock. O espetáculo também teve a apresentação da solista Graziele Furtado e encerrou com canções natalinas.

Entre os músicos, estava o acadêmico de Agronomia da Udesc Lages Luiz Gustavo Araujo, que disse se sentir duplamente em casa. "É especial tocar com a orquestra dentro da universidade, onde tenho amigos e conhecidos. Também é gratificante fazer parte do Novembro Cultural".

Além de encerrar o Novembro Cultural, o concerto integra a programação dos 250 anos de Lages, comemorados em 22 de novembro. "Faz parte da nossa política promover a cultura. Nós temos um espaço muito bonito ao ar livre, que nos permite compartilhar este momento com a comunidade", fala o diretor-geral do centro, João Fert Neto.

Formada há oito anos, esta é a primeira vez que a orquestra se apresenta em um concerto ao ar livre, um desafio principalmente no que se refere à parte instrumental. "Os instrumentos desafinam em função do vento e temperatura e precisam ser afinados a cada música", explica a presidente da orquestra, Layla de Campos.

Para o maestro Joed Jeffer, habituado com espetáculos nos mais variados palcos, a noite foi singular: "Foi especial oferecer este concerto diferencial ao projeto cultural da Udesc Lages". Os músicos, que trabalham voluntariamente, visam propagar e fomentar a cultura e a boa música para a população. "O que nós queremos é que a cultura erudita e instrumental crie raiz", diz a presidente da orquestra.

Criar raízes culturais dentro da universidade também é um dos objetivos da direção. Segundo o diretor de Extensão, Clóvis Gewehr, há um projeto para a criação de uma comissão de cultura na Udesc Lages, em 2017. "Estamos plantando sementes para que os eventos culturais se perpetuem na universidade. Temos compromisso de trabalhar com atividades complementares, além do ensino, pesquisa e extensão".

Assessoria de Comunicação da Udesc Lages