O enoturismo e o turismo de experiência são segmentos em amplo crescimento. Na Serra Catarinense, empreendedores buscam nesses dois mercados novos atrativos para a região. O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC) reuniu os participantes do projeto Turismo de Experiências e empresários de vinícolas de altitude para aproxima-los e buscar alternativas de fortalecimento do setor de forma integrada.

No talk show realizado nesta semana, em São Joaquim, cada um teve a oportunidade de apresentar seu negócio e falar sobre suas expectativas no turismo.  “A ideia é alinhar as estratégias para fomentar o turismo na Serra Catarinense de forma estruturada e profissional”, reforça o coordenador regional do Sebrae, Altenir Agostini. O desenvolvimento de novas ideias, de combos e inovações para oferecer aos turistas é fortemente estimulado pela entidade.

Para o Sebrae, movimentar o setor de forma integrada é ter a possibilidade de atrair um maior número de turistas para a região. “Queremos que esses empreendedores vejam no turismo uma importante fonte de renda e nas parcerias uma forma de alavancar os negócios”. A elaboração de roteiros e o oferecimento dos produtos de ambos é uma das estratégias planejadas.

Além de representantes dos mais de 20 empreendimentos do Projeto de Turismo de Experiência, participaram do evento, os empresários Vicente Donini, da Vinícola Vivalti, em implantação; Acari Amorim, da Quinta da Neve, e Saul Bianco, da Vinícola Leone Di Venezia.

Catarinas Comunicação - Foto: São Joaquim Online