Os acordes vibrantes dos violinos e violoncelos, alternados com a suavidade das flautas transversais, doces e sopranos, o clarinete, o piano e a marcação inconfundível dos instrumentos de percussão, fizeram um show à parte na noite desta quarta-feira (7). Apresentou-se no palco do Natal Felicidade, montado no largo da Catedral Diocesana, a Orquestra Sinfônica Juvenil SOL, da Associação Lageana de Assistência ao Menor (Alam).

A primeira música apresentada chama-se “Sinfonia do Novo Mundo”, e como o próprio nome anuncia, transportou os espectadores à outro plano com sua melodia. O público concentrava-se em cada composição interpretada pelos músicos, e aplaudia com vontade depois da apresentação impecável.

O maestro Luiz Augusto Medeiros, o Maraca, fala orgulhoso do grupo, formado por 22 integrantes ainda muito jovens, entre 13 e 18 anos. Ao todo o programa da música da Alam atende cerca de 90 alunos, contando ainda com a Orquestra Infantil.

O trabalho vem sendo realizado diuturnamente desde 2004 quando foi criado o programa de música da Alam, através de uma iniciativa da presidente Leonir Zulianello, que, na época, com o dinheiro arrecadado com a venda de materiais recicláveis comprou onze violinos. “Perpetuamos este sonho e evoluímos a cada ano, hoje com uma postura muito mais profissional, abdicando muitas vezes do seu cotidiano para ensaiar e se apresentar, pois o coletivo na maioria das vezes fala mais alto que o individualismo”, diz Maraca.

A noite contou com algumas estreias, como a peça chamada “Mourão”, do compositor brasileiro Guerra Peixe. O repertório teve músicas selecionadas, que agradaram os ouvidos do público, mesmo aqueles que não estão acostumados a ouvir músicas eruditas e clássicas. “Apresentamos-nos em muitos eventos, mas o Natal Felicidade é sempre especial, porque é um momento da gente mostrar nossa música em sua essência”, finaliza Maraca. A Orquestra Juvenil SOL volta a se apresentar no dia 15, no Teatro Marajoara, às 20h, após a apresentação da Vivace Camerata, às 19h.

Assess. de Imprensa da PML - Fotos: Silviane Brum