Após a missa em homenagem aos 60 anos de programa no ar, na Catedral Diocesana nesta quarta-feira (15/02), o radialista Manoel Correa, o Maneca, foi ao calçadão da praça João Costa para comemorar a histórica data junto a toda equipe da Rádio Clube  98,3 FM e com a comunidade lageana. São seis décadas de Alma Cabocla, programa que vai ao ar de segunda a sábado das 5h às 8h, desde o dia 15 de fevereiro de 1957.

Mais de 18 mil programas foram ao ar com a incomparável apresentação do radialista que é a lenda viva do rádio lageano. O presidente do SCC, Roberto Amaral, participou das festividades na programação da Clube FM, hoje pela manhã.  “Estar há 60 anos no ar levando o Alma Cabocla para toda região é de um valor inestimável. Maneca é um dos maiores comunicadores de Santa Catarina e uma figura ímpar no SCC, seu carisma inconfundível e o carinho pelos lageanos mostram a força que Rádio Clube tem”, afirma Roberto Amaral, amigo pessoal de Maneca e que acompanhou grande parte da trajetória do radialista.

Natural do município catarinense de Gaspar, Maneca fez de Lages sua morada e começou a trabalhar no rádio aos 16 anos. Formou dupla sertaneja com Távora Tigre e juntos apresentavam programa ao vivo, direto do prédio onde hoje fica o Teatro Municipal Marajoara. Sete anos após ingressar na Rádio Clube de Lages, Maneca passou a comandar o novo programa Alma Cabocla e popularizou o bordão “Olha hora, olha a hora”. “É um grande prazer entrar todos os dias nas casas dos lageanos e serranos através do Alma Cabocla, fazemos um programa divertido, com charadas e muita música sertaneja de raiz, para que nossos ouvintes comecem o dia com bastante alegria e descontração”, conta

Entre as inúmeras pessoas que acompanharam a transmissão ao vivo direto do calçadão da praça João Costa, estava a aposentada Terezinha Waltrik Paes, 74 anos. Ela mora na localidade de Santa Terezinha do Boqueirão, interior de Lages, e conta cresceu escutando a Rádio Clube. “Quando eu era criança meu pai comprou o primeiro aparelho de rádio da região em que morávamos, então toda a vizinhança se reunia em minha casa para acompanhar os programas da Rádio Clube. Todo dia era uma festa, por isso vim dar um abraço no Maneca nesta data especial e dizer que a Rádio Clube faz parte da minha vida”, conta ela.

Silviane Brum - Assess. de Imprensa do SCC