A segurança pública de Videira e região foi tema de uma reunião que envolveu representantes do judiciário, Ministério Público, prefeitos, presidentes de Associações Comerciais e representantes das polícias Civil e Militar e do Conselho da Comunidade, na manhã de sexta-feira (17), no Gabinete da Administração

O prefeito Dorival Carlos Borga recebeu os participantes enaltecendo a importância de ações como esta diante do atual cenário da segurança pública no Estado, especialmente a vivida na região de Videira. Um dos acontecimentos que fomentou o encontro de lideranças para debate foi o recente (e recorrente) assalto a banco em Salto Veloso, além do baixo efetivo das polícias Militar e Civil na região.

Durante a reunião os presentes ressaltaram a vulnerabilidade da região, justamente devido ao baixo efetivo policial, uma vez que há municípios onde existe apenas um militar e um civil atuando. “Videira e região estão totalmente vulneráveis a qualquer ação criminosa. A região como um todo é um bom lugar para viver, mas a prevenção precisa ter início como forma de evitar prejuízos futuros”, comenta o promotor de justiça da Comarca de Videira, Joaquim Torquato Luiz.

O secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Videira, Euro Vieceli, garantiu que tem feito cobrança permanente junto ao Governo do Estado. Ele lembou que, recentemente, o município recebeu nove servidores da Polícia Civil, o que não é suficiente para atender à demanda, uma vez que quatro profissionais desta área estão em processo de aposentadoria.

A situação da segurança pública é o reflexo de muitos anos de esquecimento e falta de investimento em vários estados brasileiros”, afirma o Tenente da Polícia Militar, Ricardo Silva de Sousa.

 

DEMANDA| Diante da situação relatada pelos presentes, foi elaborada uma lista com as situações mais urgentes e com necessidade de investimentos. Além do incremento do efetivo das polícias Civil e Militar, também existe a necessidade de que se tenha corporações fixas nos municípios; a melhoria do efetivo da Delegacia de Investigação criminal (DIC); o aumento da estrutura física da Unidade Prisional Avançada (UPA) de Videira; a viabilização de um abrigo menores infratores; e a criação de uma Guarnição Especial da Polícia Militar.

 

COMPROMISSO| Na próxima segunda-feira (20), Borga e o deputado estadual Natalino Lázare estarão em Florianópolis para apresentar as reivindicações e as necessidades da região ao secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, e ao comando da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC).

Lázare ressalta a importância de demonstrar unidade e força política da região. O deputado irá sugerir que a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) promova uma audiência pública para debater o tema. Para esta ocasião, será convocado o alto-comando da Segurança Pública do Estado, afim de que conheçam a realidade vivida na região e apontem encaminhamentos que possam contribuir com a resolução desta situação.

 

Núbia Oliveira - Assess. de Imprensa de Videira