Na manhã desta terça-feira (28/03), o comando do 6º Batalhão de Polícia Militar em Lages reuniu  em sua sede a imprensa, representantes dos governos estadual e municipal e entidades empresariais e comunitárias para um café da manhã. Assuntos importantes como o observatório de segurança comunitária, a expansão da rede de vizinhos e indicadores de segurança estiveram na pauta.

Quem expôs os números foi o Tenente-coronel Alfredo Nogueira dos Santos, comandante do 6º BPM. Ele apresentou dados positivos com relação à redução do número de furtos (22% em 2016 com relação a 2015) e roubos (47%), por exemplo. E disse que esses resultados devem-se às ações preventivas e repressivas da PM, bem como o grande envolvimento da comunidade no apoio às ações. 

Alfredo Nogueira expôs também alguns projetos inovadores que estão sendo levados a cabo mais recentemente, como a Rede de Vizinhos, com o uso da rede mundial de computadores, através do Whatts App, onde vizinhos criam grupos, ou mesmo os comerciantes da cidade, para repassar informações acerca de indivíduos com atitudes suspeitas, entre outros assuntos que envolvem a segurança, o que tem dado  excelentes resultados. Falou também do Observatório de Segurança Comunitária e da Rede de Segurança Escolar. E enfatizou que também na segurança prevenir é muito melhor do que remediar. E que a grande ênfase da comunidade e da PM é evitar que os problemas aconteçam. 

Com relação a ocorrências, Nogueira disse que infelizmente o que mais tem acontecido em Lages são roubos a transeuntes, ou seja, aquela situação em que as pessoas estão desprevenidas e são abordadas rapidamente por  marginais que levam bolsas, celulares, carteiras e mesmo aplicam golpes a pessoas mais distraídas e desavisadas. 

No evento, além da imprensa, esteiveram presentes  representantes da Associação Empresarial de Lages (Acil), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Agência de Desenvolvimento Regional de Lages (ADR), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Secretaria Municipal de Água e Saneamento (Semasa) e União das Associações de Moradores. 

Texto e fotos: Loreno Siega - Revista Visão