O Inter de Lages parece muito com seu xará, Inter de Porto Alegre, no Brasileirão de 2016. Jogando fora de casa, não ganha de ninguém. 

Ontem à noite, no Sul do Estado, mais um vexame. Levou de 6 x 0 do Tubarão (um time que há 1 semana tinha levado de 7 x 0 da Chapecoense). E o colombiano Rentería fez a festa. Com direito até a pedir música no Fantástico (fez 3 dos 6 gols do Tubarão). 

Já no final do primeiro tempo o Inter de Lages perdia de 3 x 0. E na etapa final a goleada foi duplicada. 6 x 0. 

Quem não aguentou mais esse vexame foi o técnico Joel Cornelli, que foi demitido pela diretoria logo depois da partida. Em seu lugar, assume o auxiliar técnico, Chiquinho Lima (foto abaixo). 

Com mais essa derrota  (o Inter de Lages até agora só conseguiu 1 ponto fora de casa), o time lageano ficou na vice-lanterna do returno, com apenas 4 pontinhos. E no domingo pega o Metropolitano, em casa, precisando mais do que nunca de uma vitória para conseguir sonhar em se manter na Série A do Catarinense em 2018. 

Torcedor colorado. Apesar da derrota, é hoje de ir ao estádio no domingo e ajudar o time. Afinal, é muito melhor vencer algumas partidas agora (o que é perfeitamente possível) e manter-se na série A do Catarinense em 2018 do que amargar novamente uma 2ª Divisão. 

Fotos: Nilton Wolff - Texto: Loreno Siega - Revista Visão