No último sábado à tarde (01/04), o engenheiro Jó Netto Monn, de 67 anos,  ao perceber que sua irmã estava sendo assaltada em sua mercearia (próximo à Coremaco, no bairro Coral), foi acudí-la. Levou um tiro de um dos dois assaltantes, no pescoço (a bala atingiu a espinha), que o deixou bastante ferido. Os dois assaltantes, encapuzados, fugiram, não deixando rastros. 

Jó foi socorrido e  internado no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP), onde estava na UTI desde então. 

Mas, infelizmente, não resistiu ao tiro e faleceu nesta tarde (05/04). Um homem de bem, um grande profissional e cidadão. E que morreu defendendo sua irmã. Jó  morava e vivia com a mãe, bastante idosa, já que era solteiro e nunca casou.  

Ele é irmão de Joel Netto Monn, também engenheiro, que ocupou o cargo de Secretário de Infraestrutura de Lages na administração de Elizeu Mattos. E atualmente era o tesoureiro do PMDB de Lages. 

Que Deus conforte sua família. E que esse bandido seja encontrado e preso rapidamente e sem falta. 

ESCLARECIMENTO: A  primeira informação era de que Jó havia defendido sua mãe do assalto. No entanto, foi confirmado  pela Polícia Civil que tratava-se de sua irmã, que estava na mercearia na hora do assalto, praticado por dois e não apenas um bandido.