Os acidentes de trânsito são alguns dos principais campeões de fatores que geram mortes no Brasil. Em Lages, o Maio Amarelo desenvolverá, durante 18 dias, atitudes características aos hábitos de prevenção no dia a dia do trânsito. A agenda é composta por palestras em escolas, panfletagem e divulgação maciça em pontos de grande movimentação de público. O trabalho está sendo executado desde o dia 1º de maio e segue até o dia 1º de junho.

 

No dia 1º de maio foi realizado o Dia do Pedal junto ao Serviço Social do Comércio (Sesc). O laço amarelo, símbolo do movimento, está fixado no prédio da Prefeitura de Lages, chamando a atenção do público sobre a gravidade do problema.

Em Lages, o Maio Amarelo é realizado pela Coordenação de Segurança e Trânsito/Diretoria de Trânsito (Diretran), Sest/Senat e Polícia Rodoviária Federal (PRF), com apoio da Secretaria Municipal da Educação, da Gerência Regional de Educação (Gered), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Polícia Militar Rodoviária, Polícia Civil e Fundação Carlos Joffre do Amaral, entre outras instituições, totalizando 38 parceiros.

O Movimento Maio Amarelo tem a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O propósito é a ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, além de colocar em pauta, segundo o Movimento, o tema segurança viária e mobilizar a população, envolvendo os diversos segmentos: órgãos governamentais, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para efetivamente se discutir o assunto, propagando-se o conhecimento. O Brasil está em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, precedido por Índia, China, Estados Unidos e Rússia, e seguido por Irã, México, Indonésia, África do Sul e Egito. Estas dez nações, juntas, são responsáveis por 62% das mortes por acidente no trânsito.

 

Um problema que interessa a todos

A Assembleia Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.

Ainda de acordo com o Movimento Maio Amarelo, são três mil mortes por dia nas estradas e ruas, a nona maior causa de mortes no mundo. Os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos, e o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos. Estes acidentes já representam um custo de US$ 518 bilhões por ano ou um percentual entre 1% e 3% do Produto Interno Bruto (PIB) de cada país.

A OMS estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade) e 2,4 milhões, em 2030, se ações ainda mais incisivas não forem tomadas. Nesse período, entre 20 milhões e 50 milhões de pessoas sobreviverão aos acidentes a cada ano com traumatismos e ferimentos. A intenção da Organização das Nações Unidas (ONU), com a “Década de Ação para a Segurança no Trânsito” é poupar, por intermédio de planos nacionais, regionais e mundial, cinco milhões de vidas até 2020.

 

Agenda completa 

11/05 - 9h: Palestra educativa Escola de Educação Básica (E.E.B.) Frei Nicodemos

           14h30min: Palestra educativa Escola de Educação Básica (E.E.B.) General José Pinto Sombra

13/05 - 9h: Sábado Amarelo no Calçadão da Praça João Costa, com a parceria do Sest/Senat, entre outras entidades

           13h: Sábado Amarelo no Supermercado Angeloni

15/05 e 16/05 - 9h e 14h: Palestra educativa na Escola de Educação Básica (E.E.B.) Vidal Ramos Júnior

18/05 - 9h: Blitz Terminal Urbano   

20/05 - 9h e 17h: Pista educativa Lages Garden Shopping

22/05 - 16h: Blitz semáforo Juliu’s Café

23/05 - 8h: Palestra educativa Escola de Educação Básica (E.E.B.) Rubens de Arruda Ramos

24/05 - 9h: Palestra educativa Escola de Educação Básica (E.E.B.) Industrial

26/05 - 22h: Balada pela Vida, com intervenções em bares para orientação em bares

 

29/05 - 9h: Palestra educativa Escola de Educação Básica (E.E.B.) General José Pinto Sombra

           18h: Evento Uniplac

31/05 - 9h: Blitz educativa em frente ao Pronto-Atendimento Tito Bianchini

1º/06 - 19h: Encerramento Câmara de Vereadores

 

Texto: Secretaria de Comunicação PML

 

Fotos: Daniele Mendes de Melo