Não conheço direito o vereador Osni Freitas, popular "Bugre", do PDT. Só sei que é irmão de outros dois ex-vereadores, Pedro Freitas e Anilton Freitas. 

E só sei que deve estar cumprindo à risca com seu papel, que é fiscalizar o Executivo. Aliás, as duas únicas funções previstas em Lei para vereadores é Legislar e Fiscalizar. 

Então, pergunto: Por que estão ameaçando cassar o vereador Bugre simplesmente porque ele está cumprindo com sua missão de fiscalizar?

Bastou o Bugre fazer um pedido e buscar um esclarecimento no MP sobre a legalidade ou não do prefeito Ceron receber de três fontes diferentes - e de ter assinado ata como conselheiro em Florianópolis mesmo não tendo saído de Lages naquele dia e horário - que estão querendo o "couro" do tal do Bugre?

O motivo da possível cassação do Bugre seria ele ter ido buscar batatas no RS junto com um assessor do seu gabinete. Isso aconteceu no dia 16 de janeiro, quando todos sabem que a Câmara estava de recesso naquele período. Concordo que não foi uma atitude das mais corretas do vereador (talvez por puro desconhecimento já que é novato na política). 

Agora, bastou o Bugre fazer um pedido ao MP que já vieram ameaças..... aliás, essas ameaças vieram justo através do "DIÁRIO OFICIAL DA PREFEITURA".....um blog aqui da cidade, tão crítico no passado mas que hoje mais se parece com a Globo dando respaldo e voz ao Governo Golpista do Michel Temer (e perseguindo quem "ousa" fazer oposição).  

Não tenha medo, Bugre. Fiscalizar é papel do Legislativo. Aliás, porque então não ameaçam cassar o Jair Júnior, que é vereador do PSD e que também quer as mesmas explicações sobre o salário triplo do prefeito?

Loreno Siega - Revista Visão