Acabo de receber um e-mail da assessoria de imprensa da 29ª Festa Nacional do Pinhão (a empresa contratada não tem nada a ver com isso - estão executando ordens, que fique claro). É um texto que estabelece as "normas" para os veículos de comunicação interessados em credenciais para seus profissionais irem ao evento e efetuarem a cobertura e divulgação. 

Pasmem, senhores, que de fato neste ano as "exigências" estão extrapolando os limites da razoabilidade. 

A tal da Gaby Produções, "dona da festa", exige que ao fazer os pedidos de credenciais os veículos produzam um relatório de tudo o que divulgaram do evento no ano anterior (de graça, diga-se de passagem). Exige ainda que o veículo esteja fazendo a divulgação prévia do evento deste ano (de graça novamente). 

E, no final, ainda diz, textualmente: 

"A Gaby Produtora reserva-se o direito de credenciar os veículos de comunicação que entender importantes para o evento. Serão credenciados os veículos de comunicação que realizarem a prévia divulgação do evento. Apenas enviar a solicitação não implica no credenciamento imediato para cobertura da 29ª Festa Nacional do Pinhão". 

Vale ressaltar que a Gaby Produções já contratou as mídias para a divulgação do  evento faz tempo. E que para determinados veículos (considerados pequenos e pouco importantes para eles), nem sequer deram resposta aos projetos de cobertura enviados. E tampouco retornaram aos inúmeros telefonemas. Como é um evento particular, achamos super natural essa postura. O que não pode é fazer mil exigências para quem está divulgando o evento - há muito tempo - de graça. 

Diante disso, e como a festa não é mais da cidade e sim da Gaby Produções, a REVISTA VISÃO NÃO QUER CREDENCIAL ALGUMA.

Se a gente for ao evento (e claro que iremos) - que se transformou num verdadeiro festival sertanejo universitário (com separação entre o público vip e o "povão", de acordo com o  poder de compra de cada um - longe dos bons tempos em que a preocupação maior era divulgar nossa cultura e tradição - PAGAREMOS INGRESSO DO PRÓPRIO BOLSO

Muitíssimo obrigado, Gaby Produções. E olha que vamos continuar divulgando a festa, com ou sem dinheiro.  LAGES E A FESTA NACIONAL DO PINHÃO SÃO MUITO MAIORES DO QUE A GABY PRODUÇÕES.

Loreno Siega - Pela equipe da Revista Visão