Uma ocorrência inabitual no final da tarde desta quarta-feira (21/06) está causando transtornos aos moradores da localidade Rancho de Tábuas, interior do município de Lages. Um caminhão bitrem (com duas carretas) carregado de toras de madeira de reflorestamento acabou destruindo a ponte de madeira localizada no trecho popularmente conhecido como “Morro do Val”, devido ao sobrepeso da carga do veículo.

O caminhão e parte da carga caíram dentro do rio e a ponte ficou totalmente danificada, deixando os moradores isolados. A estrutura, que não suportou a alta pesagem do veículo, foi recentemente reconstituída depois das fortes inundações que danificaram pontes em diversas localidades rurais de Lages no início de junho. Naquela ocasião, cerca de 20 famílias ficaram ilhadas em Rancho de Tábuas por causa das chuvas. Desta vez, a ponte terá de ser novamente construída, causando prejuízo tanto ao Município, quanto aos moradores.

A empresa proprietária do caminhão contratou um guincho e providenciou a retirada do veículo do local, bem como a remoção das madeiras nesta quinta-feira (22). Por conta deste grave problema, o atendimento médico agendado para esta sexta-feira (23), em Rancho de Tábuas, foi suspenso.

As prováveis causas

O motorista teria tomado a atitude de percorrer aquele trajeto rural depois de suspeitar estar havendo a pesagem de caminhões na balança móvel situada no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), às margens da BR-282, em Índios. Informações extra-oficiais dão conta de que se tratava de um teste com a balança. Portanto, subentende-se que o caminhão então realmente estava com excesso de peso, o que é terminantemente proibido em estradas rurais, urbanas e rodoviárias estaduais e federais.

O diretor da Secretaria da Agricultura e Pesca de Lages, Ozair Coelho de Souza (Polaco), adianta que, “o que sabemos é que o caminhão Julieta com transporte de madeira tentou evitar uma parada por excesso de peso e acabou danificando a estrutura da ponte.” O gerente de estradas do interior, Deyvis Francis Stadnick, está acompanhando o desfecho do fato.

Serviço no final de semana 

A partir desta sexta-feira (23) será iniciado o serviço de reconstrução da ponte e a previsão é de que até quarta-feira (28), esteja concluído, liberando-se a via para a passagem de veículos novamente. Serão substituídas vigas e pranchas de madeira. 

Fotos: Divulgação - Texto: Ascom/PML