Jornal Correio Lageano traz reportagem na edição de hoje  sobre a fila de espera para uma simples consulta com oftalmologista em Lages. Informa que o sistema público  na cidade têm apenas um médico oftalmologista  para atender a toda a população pelo SUS. Resultado: 7 mil pacientes esperando na fila por uma simples consulta, o que pode levar até dois anos para acontecer. 

Mas não tinha candidato a prefeito - que venceu as eleições - dizendo na campanha política do ano passado que a saúde era prioridade? Não dizia que todos os dias iria logo cedinho visitar todas as unidades de saúde para "marcar presença e demonstrar carinho pelos funcionários"? 

Pois bem, as visitas cessaram (felizmente, eu diria). E a saúde continua na mesma ou muito pior. Com o salário que o prefeito doa, não daria para contratar mais um oftalmologista particular para fazer umas 150 consultas por mês a mais e ajudar a zerar essa fila?

É como eu sempre digo: não aponte o dedo para o cisco do olho alheio se no teu próprio existe uma mata inteira te impedindo a visão. Coisa séria. 

Loreno Siega - Revista Visão