- MAIS UM VOO CANCELADO - Azul Linhas Aéreas cancelou mais um voo semanal em Lages, agora o de domingo. Dos seis voos iniciais, agora restaram apenas três. Cadê nossas autoridades?

- COMPRA DE SENTENÇA -  Advogado lageano Felisberto Odilon Córdova, que atua em Florianópolis, ganhou repercussão nacional na mídia ao chamar de corrupto e ladrão o desembargador Eduardo Gallo, que relatava uma ação de R$ 35 milhões. Odilon denunciou que a causa estava comprada já que o desembargador teria dito que o cliente pagaria R$ 500 mil por decisão favorável. E, se o advogado pagasse  mais, R$ 700 mil, levaria a sentença. O desembargador  pediu a prisão do advogado. Mas o juiz que presidia a sessão não aceitou. O caso será apurado pela OAB e pela Corregedoria de Justiça.

- QUADRIGÊMEOS EM LAGES – No sábado, 05 de agosto, nasceram os primeiros quadrigêmeos da história de Lages. Priscila Vigna, de 29 anos, deu a luz a três meninos e uma menina: Lucas, Vitória, Isaac e Henrique. O médico que fez o parto foi Dr. Heron Anderson de Souza. O pai é Júlio, que tem 19 anos. Os pais estão desempregados. E a comunidade se mobiliza para ajudá-los, inclusive a construir uma casa.

- ELEGEU-SE VEREADOR SEM TER FILIAÇÃO PARTIDÁRIA – Aconteceu em Vargem, município próximo a São José do Cerrito. O vereador Tiago Álvaro Correa de Almeida concorreu nas eleições de 2014. Foi o 6º mais votado da cidade e elegeu-se pelo PT. Foi diplomado e empossado. Mas, para espanto de todos, descobriu-se agora que não tem a respectiva filiação partidária. Ninguém sabe o que vai acontecer com seu  mandato em função disso.

- QUEIJO ARTESANAL SERRANO – Foi entregue na sexta-feira, 04 de agosto, em seminário realizado no Órion Parque, a documentação necessária para o pedido de Selo de Identificação de Origem junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) para o Queijo Artesanal Serrano. Se isso acontecer, e acredita-se que sim, será um grande passo para o reconhecimento nacional do produto, a exemplo do Queijo Minas.

 

- O FILHO ETERNO – O escritor lageano Cristóvão Tezza, que reside em Curitiba há muitos anos e que recebeu vários prêmios nacionais e internacionais de  literatura, teve um de seus livros transformados em filme – O Filho Eterno – que relata o drama real que o próprio escritor viveu ao ter um filho portador da Síndrome de Down. O filme foi exibido em rede nacional pela Globo na noite da segunda-feira, 07 de agosto. Eu li o livro e vi o filme. Prefiro o livro. 

Ozóide é alienígena, intelectual e também olheiro do cotidiano da Revista Visão