Não basta ter a marca, produto ou serviço na internet, é preciso criar e desenvolver estratégias para conquistar seguidores e, o mais importante, mantê-los engajados. Essas palavras são do especialista em consultoria para negócios da empresa Friendslab, de Belo Horizonte (MG), Matheus Santos, durante palestra promovida pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/SC), no Órion Parque, na terça-feira (24).   O comportamento de consumo mudou. Ele está cada vez mais emponderado e saindo das grandes marcas. Com isso, as empresas de nicho têm conseguido uma notoriedade maior. Utilizando estratégias de Inbound Marketing, que visa uma abordagem mais personalizada, elas conseguiram voz mais forte e um alcance mais amplo no meio online.   Matheus explica que neste novo cenário as pessoas não compram o que você faz e sim o porquê você faz. “O cliente está mais informado e consegue deixar o poder de decisão em suas mãos. Aí pouco importa o que de fato as empresas entregam e sim a forma como elas se relacionam”.   Meu negócio deve estar presente nas redes sociais?   A primeira coisa que o empresário tem que saber, principalmente, na estratégia de comunicação é para onde levar as pessoas para conquistar a audiência desejada. A grande dica do especialista é pensar sempre além da rede social. Tem inúmeros fatores que fazem com que o sucesso seja alcançado no meio digital. “Para quem quer vender, falar que fez a comunicação digital por um canal que geralmente não gera muita conversão e gera mais visibilidade é um erro grande. Isso porque investiu em algo que não trará o resultado desejado”.   Seu público está nas redes sociais?   Estar nas redes sociais não é obrigatório para o sucesso do negócio. É preciso conhecer bem o próprio negócio e os clientes. Saber como a marca, o produto ou serviço está colocado no mercado e, a partir de então, estudar como ela se relaciona com as redes sociais e decidir qual é a melhor ou talvez nenhuma. “Eu não sei o que é melhor para o meu negócio, então, preciso estudar. Não que eu tenha que ter um Facebook, Instagram ou outra rede. Preciso ter se for relevante para o meu negócio e atender as necessidades do meu cliente”, frisa Matheus.

Texto e fotos: Catarinas Comunicação