Um dos pontos do Complexo Araucária com obras ainda em andamento está localizado na rua Osvaldo Aranha. Trata-se de trecho de cerca de 50 metros de extensão, onde foi preciso detonar uma rocha de arenito. A detonação ocorreu na tarde desta segunda-feira (30 de outubro). Com isso será possível completar o nivelamento do canal por onde é implantada a tubulação do emissário central de coleta de esgoto.

Paralelo a este trabalho, a empresa STC Engenharia - Serviços de Terraplenagem e Construção Ltda. está concluindo a implantação da rede geral de esgoto, a qual tem uma extensão total de 39 quilômetros. “Falta apenas cerca de um quilômetro de rede para ser implantada. A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE-Araucária) está 95% pronta, restando as obras de urbanização, ou seja, plantio de gramas e colocação das cercas em volta do terreno. A parte estrutural da ETE já está pronta”, salienta o engenheiro responsável pela execução das obras, Géverton Moraes. Segundo Géverton, a entrega das obras do Complexo Araucária está prevista para janeiro de 2018.

 

Complexo Araucária

O Complexo Araucária é uma obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) com investimento da ordem de R$ 24.386.754,06. Com a STC, executora das obras, a prefeitura firmou contrato, em outubro de 2014, no valor de R$ 17.771,716.   De acordo com o contrato firmado entre a prefeitura de Lages e o Ministério das Cidades, serão implantados 39 quilômetros de redes coletoras de esgoto em sete bairros, cinco estações elevatórias e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

A população diretamente contemplada, de cerca de 22 mil pessoas, reside nos bairros Promorar, Santa Catarina, Centenário, Santo Antonio, São Luiz, Santa Clara, Araucária e no loteamento Novo Milênio. Cerca de cinco mil residências deverão ser interligadas à rede geral de coleta do esgoto sanitário.

 

Informações: Comunicação PLM

 

Fotos: Marcelo Pakinha