Com o objetivo de atender a grande demanda de famílias que não possuem condições de arcar com as despesas de uma reforma em suas residências, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação está desenvolvendo o projeto Reuso. A ação consiste no repasse de materiais de construção usados e que seriam descartados como: tintas, portas, janelas, vasos sanitários, telhas, pisos, azulejos, pias, materiais elétricos e hidráulicos, madeiras, entre outros.

De acordo com o secretário da pasta, Samuel Ramos, todo material coletado da construção civil deve estar em condições de reaproveitamento para ser utilizado. “O recolhimento é feito por nossa equipe e as pessoas interessadas em repassar estes materiais devem entrar em contato com a Secretaria, através do telefone: 3224-8622. Nós vamos até o local, vistoriamos as condições daquilo que vai ser doado, para daí sim, fazer o recolhimento”, explica.

Uma novidade no Reuso é a parceria entre Prefeitura e Governo do Estado no reaproveitamento dos materiais do Colégio Aristiliano Ramos. A antiga estrutura, localizada em área central do Calçadão da Praça João Costa, em breve será demolida por uma empresa responsável. Estes serviços fazem parte do projeto de revitalização do Centro de Lages. “O Reuso é um projeto muito interessante e inovador. Não trabalhamos com a reciclagem destes materiais, mas sim com o reaproveitamento daquilo que ainda está em bom estado, mas que seria descartado na construção civil. Uma ação que nos traz benefícios como a redução no orçamento para estes trabalhos e as famílias que conseguem se beneficiar com a doação destes materiais, pois a demanda na Secretaria para este tipo de serviço é grande”, diz o secretário Samuel.

Todas as casas das famílias cadastradas na diretoria de Habitação e que estão sendo reformadas, recebem materiais do Reuso, como: telhas, portas, janelas, vasos sanitários entre outros. Recentemente a Câmara de Vereadores fez a doação de 125 telhas de fibrocimento. Este material deverá beneficiar quatro casas de famílias em situação de vulnerabilidade social. O Hospital Nossa Senhora dos Prazeres também repassou materiais diversos que foram utilizados em mais onze residências. “Temos também os serviços realizados em algumas instituições como o Asilo Vicentino onde uma família doou 400 telhas de barro, o Centro de Educação Infantil Municipal do bairro Conte onde providenciamos divisórias nas paredes com chapas de portas, criando novos espaços na estrutura”, comenta o secretário.

Barracão

Para o armazenamento de todo o material da construção civil que é utilizado no projeto Reuso será disponibilizado um barracão de pouco mais de 300 metros quadrados, no pátio da Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, no bairro Coral.

 

Fotos: Divulgação e Ari Junior - Texto: Ascom/PML