Faltavam alguns minutos para as  14 horas desta tarde (01/12) quando por pouco não acontece uma tragédia no centro de Lages. Um rapaz que seria de  Campo Belo do Sul (Giovanni Oliveira Fornari),  conduzindo  um veículo Sandero, placa de Lages (MKE 5558 - no nome de Neusa Fornari), invadiu o calçadão Túlio Fiúza de Carvalho (sentido Lojas Honolulu em direção ao Calçadão Central). E foi atropelando as pessoas que estavam na frente. 

Segundo informações preliminares, no caminho um policial teria sido atropelado (sargento Joel Alves), além de uma senhora. E no final, aparece o veículo saíndo do calçadão e atropelando um senhor que vende picolé com um carrinho no local (no caminho uma quarta pessoa também teria sido atropelada).  As pessoas foram atendidas pelo SAMU no local. E conduzidas ao HNSP. O tresloucado motorista  continuou fugindo com o carro. E só foi alcançado, preso e parado ao lado do CEJA, próximo ao Posto Nota 10, na Rua Correia Pinto. 

Ainda não se sabe ao certo os motivos do rapaz estar dirigindo daquele jeito - e de ter atravessado direto o calçadão (ele vinha da Rua Marechal Floriano - e passou direto a Hercílio Luz - entrando no Calçadão Túlio Fiúza de Carvalho). 

Pelo menos três imagens mostram parte da ação do sujeito:

 

1) O carro partindo para cima das pessoas, no início do Calçadão;

 

 

2) Em outra câmera - interna - de uma loja - percebe-se dois clientes falando com o balconista. Depois entram rapidamente duas pessoas, que se desviaram do veículo. E o carro passando a toda velocidade;

 

 

 

3 Por fim, uma terceira imagem mostra o carro saindo do calçadão e atropelando o vendedor de picolé. 

 

 

Chegou um áudio no Whatts App da imprensa dizendo que o rapaz teria sido visto pouco antes com o carro parado próximo à Crenata. Teria discutido com uma mulher, que saiu a pé pelo calçadão. Aí o dito cujo teria  entrado  no carro e saiu em disparada atrás, atropelando todo mundo. 

Dois feridos graves. E o rapaz foi baleado na captura pela PM

Major Rambush, da PM, agora há pouco deu entrevista à imprensa. Ele disse que o elemento, ao ser abordado pela PM, reagiu com uma faca. Foi necessário então usar arma de fogo. E o rapaz precisou ser alvejado com um tiro para se entregar. Foi socorrido e encaminhado ao hospital. Rambush, no entanto, não informou o nome do rapaz. Disse que antes as investigações precisam ser aprofundadas para saber os reais motivos e o porquê ele teria agido daquela forma com o veículo.

Rambush informou também que foram 4 pessoas atropeladas. E que pelo menos duas tiveram ferimentos graves (um com fraturas múltiplas pelo corpo e outro com suspeita de afundamento de crâneo). 

 

A foto acima é do tal Giovanni Oliveira Fornari, na hora que foi  preso pela PM. Agora vamos ver qual a versão dele para o  episódio. E também se os feridos estão bem. 

Rapaz seria depressivo. E teria perdido o pai há poucos dias

Informações recentes (16h18min.) publicadas por alguns colegas de imprensa dão conta de que o causador desta trajédia seria depressivo. E teria perdido o pai recentemente, o que teria agravado seu quadro de saúde.  

Fotos: Divulgação Whatts App da Imprensa