O portal de notícias G1, do Rio Grande do Sul, promove desde o dia 3 de janeiro, votação aberta pela internet para a escolha dos “Melhores do Ano da Música Gaúcha”. Entre os 60 concorrentes, o grupo tradicionalista lageano Coração de Potro disputa na categoria “Melhor CD” com o trabalho “Meu tempo, meu canto”, contra nomes como Chiquito & Bordoneio, Neto Fagundes, Edilberto Bérgamo e Thomas Machado.

Criado em 2007, lançaram seu primeiro trabalho em 2009, o CD "Tempo adentro, campo afora", e desde então participam de festivais e shows pelo Brasil, contabilizando mais de 90 prêmios. Atualmente a formação do grupo é: Kiko Goulart, Vítor Amorim, Ricardo Bergha e Maicon Oliveira. 2012 foi o ano da gravação do segundo CD, “Pra onde vou e de onde venho". 2017 é o ano do lançamento do disco que disputa os “Melhores do Ano da Música Gaúcha”.

Para votar no “Quarteto Coração de Potro”, basta acessar o portal do G1 RS ou pelo link direto da votação:

http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/interatividade/enquete/2018/1/3/qual-e-o-melhor-cd-de-2017-35ec7dc8-f09a-11e7-9caf-0242ac110008.html

 

Representação lageana em festival internacional na Argentina

Outra boa notícia para Lages é a participação do conjunto na “Fiesta Nacional Del Chamamé” na cidade de Corrientes, na Argentina no dia 20 de janeiro. O convite para participar do festival que tem 28 edições aconteceu a partir de um incentivo da tradicionalista Shana Müller.

Segundo Kiko Goulart, o reconhecimento para as duas situações vem por conta do trabalho que é realizado com muito carinho e dedicação. ”Não sabíamos da votação, mas ficamos felizes por sermos lembrados no estado vizinho, acredito que quebramos uma barreira representando Lages e Santa Catarina em uma votação da música gaúcha, música essa que pertence a todo o sul do país. A participação na Argentina também é uma honra, não somos um conjunto de chamamé, mas nossa música tem chamado a atenção de todos e somos os únicos representantes de Santa Catarina nesse festival”, comenta.

O evento será transmitido pela internet e pode ser acompanhado pelo youtube pelo link:

https://www.youtube.com/channel/UC_gkRuW_H3CWVeNPUbB9Ehw

 

Texto: Comunicação PML

 

Fotos: Divulgação