Da Serra Catarinense, nas primeiras horas desta madrugada (23/01), partiram 15 delegações de vários municípios  em direção a Porto Alegre. São filiados ao PT, vereadores do partido, lideranças sindicais, movimentos sociais e populares e ONGs. 

De Lages, faltando um pouco para a meia noite, partiu um ônibus com 45 pessoas, incluindo o vereador Amarildo Farias, o presidente do PT, Moisés Savian, outros membros da Executiva e do Diretório, além de filiados e lideranças comunitárias. 

Também estão nas caravanas lideranças de municípios como Anita Garibaldi, Cerro Negro, Campo Belo do Sul, Correia  Pinto, Otacílio Costa, São Joaquim, entre outros. 

Todos vão para se integrar às milhares de delegações vindas de todos os recantos do Brasil. Motivo: clamar para que Lula da Silva tenha um julgamento livre de outras motivações senão que apenas a JUSTIÇA no dia de amanhã (24/01) no TRF-4, na capital do Rio Grande do Sul, segunda instância da Justiça Federal. 

Em Porto Alegre, enquanto isso, milhares de petistas e simpatizantes já estão concentrados. O próprio Lula estará lá hoje à tarde para um grande ato público. 

RELEMBRANDO: Neste processo, Lula já foi condenado na 1ª instância da Justiça Federal, em Curitiba, pelo juiz Sérgio Moro, a 9 anos e 6 meses de cadeia na ação que tenta imputar ao ex-presidente a propriedade de um apartamento triplex localizado no Guarujá, litoral de São Paulo. Segundo Sérgo Moro, esse imóvel teria sido dado a Lula como propina por ajudar a empreiteira em milhares de contratos com o Governo Federal. Acontece que o apartamento em questão nunca saiu do nome da empreiteira. E agora, nas últimas semanas, foi dado como garantia de pagamento a outra empresa credora da OAS já que foi penhorado pela Justiça de Brasília.  Ou seja, se o apartamento em questão foi dado a uma empresa credora da OAS, como poderia ser de Lula?

Colega Edson Varela, em seu blog, traz matéria sobre o assunto. ACESSE AQUI. 

 

Loreno Siega - Revista Visão - Fotos: Divulgação PT da Serra Catarinense