No dia que o governador Colombo fez a entrega da administração do aeroporto de Correia Pinto à Infraero, há poucas semanas, ele já havia dito que estaria novamente em Lages no dia 06 de fevereiro, uma terça-feira, para um grande anúncio. E ontem, a colunista de Economia, Estella Benetti, do DC, publicou em sua coluna que esse grande anúncio deverá mesmo ser a segunda unidade da empresa Berneck, que tem sua matriz na região metropolitana de Curitiba e uma filial em Curitibanos. 

Segundo o que Estela Benetti publicou, essa empresa em Lages deverá representar investimentos de R$ 1,2 bilhão, gerando 1.000 empregos diretos. A empresa atua com produção de MDF e MDP, madeira serrada e compensados. Em Curitibanos, onde tem uma filial, a empresa inclusive gera boa parte da energia elétrica que consome, através de uma pequena usina de biomassa (queima seus próprios rejeitos de madeira para gerar energia). 

Se vier mesmo, será de fato uma grande notícia para Lages e os lageanos. 

Mas depois de vivermos por anos várias expectativas frustradas com a ZF (multinacional que fabrica peças automotivas, para aviões e barcos), Sinotruk (fábrica de caminhões chinesa), Novaer Kraft (aviões de pequeno porte), Columbus (extração de resina do pinus para fabricação de diversos sub-produtos), Lages Bussines Park (que por enquanto também está só na promessa) e tantas outras, será que FINALMENTE podemos acreditar?

Quem sabe agora, com o Ceron na Prefeitura, as coisas de fato acabem acontecendo....Antes tarde do que nunca, né. 

Loreno Siega - Revista Visão