Tendo como principal objetivo a transformação local por meio da implantação de políticas de desenvolvimento para desburocratização, compras públicas, educação empreendedora, pesquisas e planejamento estratégico da gestão, gestão de projetos e plano de desenvolvimento econômico, o programa ganhou imediata adesão de diversas entidades juntamente com o poder público e avança na construção de um plano de ação, com atividades segmentada pelos eixos estratégicos: Metal Mecânica,Tecnologia e Inovação, Florestal e Madeireiro, Turismo e Comércio, Agronegócio.

Segundo Marcos Tortelli, presidente em exercício da CDL Lages, a segmentação e  atenção direcionada aos setores apoiam no melhor andamento das ações necessárias para o seu desenvolvimento. “É um olhar mais detalhado sobre a questão dos eixos e segmentos, e o melhor, com a participação dos entes envolvidos, que são os empresários e representantes de entidades.”

Para Juliano Polese, prefeito em exercício da cidade de Lages e responsável pela condução do programa na cidade “Como administrador de formação acredito muito na metodologia que vem sendo aplicada no programa e a participação está sendo muito significante”, ele afirma, sobre a adesão das entidades, em que no seminário inicial contou com 100 participantes e na reunião do eixo Turismo e Comércio, 25 pessoas estiveram empenhadas na criação de estratégias. “ Esta participação que também acontece nos demais segmentos,  só qualifica o trabalho e nos dá mais motivação para continuar”, completa. 

Juliano ainda reforça que a etapa das reuniões de definição do plano de ação por eixo estratégico, é apenas uma das 34 ações que são concomitantemente para que o programa aconteça em diversas frentes, e articulações com os seminários, reuniões e também com capacitações mentorias para os secretários, prefeito e vice-prefeito com o objetivo de melhorar a forma da gestão pública.

Texto e fotos: Claine Andrade - Assess. de Imprensa da CDL de Lages