Neste ano tem eleições. E eu queria tanto que algum candidato à Presidência, deputado ou senador apresentassem um projeto de lei para acabar de vez com a Excrescência do Famigerado AUXÍLIO MORADIA para o Judiciário. 

Somente para os 15 mil juízes federais ou estaduais, o Brasil gasta R$ 1 bilhão por ano para custear a famosa regalia - R$ 4.377,00 por mês para cada um dos juízes. A benesse é legal. Mas absolutamente IMORAL.  E temos também Promotores, Desembargadores, Procuradores.... todos esses SENHORES recebem a regalia, às custas dos nossos suados impostos. 

O Sérgio Moro (foto acima), que mora num apartamento de 257 m2 no centro de Curitiba (que ele adquiriu), recebe Auxílio Moradia. O Marcelo Bretas, da Lava Jato lá do Rio de Janeiro (foto abaixo), também recebe. E neste caso, o tal do Bretas, que é casado com uma juíza, recebe em dobro, ou seja, quase R$ 9 mil de Auxílio Moradia.

Se acabassem com isso - só com o R$ 1 bilhão que o Brasil gasta anualmente de Auxílio Moradia apenas para os juízes - daria para construir mais de 33 presídios de segurança máxima, com capacidade para abrigar 500 detentos cada (R$ 30 milhões cada). Isso daria mais de um presídio, em média, para cada um dos 27 Estados da Federação. Apenas em um ano. Em 10 anos, seriam 30 presídios desses para cada Estado. E nos outros anos, dava para usar o dinheiro para contratar e pagar o salário dos agentes de segurança e do pessoal que fosse atuar nesses locais. 

Aliás, deveria acabar também esse tal de Auxílio Moradia para políticos (deputados, senadores). Chega de mordomias para essa gente!!!! Por acaso um juiz, que recebe mais de R$ 30 mil por mês de salário, não tem condições de comprar uma casa? Então imagina o Zé das Couves !!!!! Um deputado não tem condições de pagar R$ 2 mil de aluguel ou comprar uma casa? Quem tem coragem para acabar com isso????

Loreno Siega - Revista Visão