Foram sete anos à frente do Instituto Órion. Foi um dos criadores da instituição e primeiro presidente. Agora, Roberto Amaral indica a substituição da presidência do Instituto ao também empresário Valmir Tortelli. A decisão partiu do próprio Roberto, com o apoio dos membros do Conselho, chamando em nova eleição para o término do seu segundo mandato que vai até 2019.

Amaral entrega a presidência do Órion com a certeza de dever cumprido, deixando um legado a Lages e região serrana. “Inaugurado há quase dois anos, num trabalho a muitas mãos, o Órion é o primeiro Centro de Inovação em pleno funcionamento no Estado. Lages desponta como pioneira, necessitando ter seu esteio na economia criativa e de base tecnológica, para o seu desenvolvimento regional Sustentável”, comenta.

Desde a ideia, construção, desenvolvimento e consolidação demandaram apoio de várias administrações governamentais especialmente da Fapesc, SDS e Governo Estadual.

Mesmo tendo sido oficialmente inaugurado pelo governador Raimundo Colombo e pelo então prefeito de Lages Elizeu Mattos, há pouco mais de um ano e meio- no dia 24 de junho de 2016- os trabalhos do Órion vêm de muito antes. No início da década de 1990, quando Roberto Amaral- no seu primeiro mandato frente à Acil- acompanhou o Governador Vilson Kleinubing em viagem aos Tigres Asiáticos, conhecendo os conceitos de Cidades da Ciência. Já no seu segundo mandato na ACIL, em 2007, com o Núcleo de Tecnologia da Informação viu a necessidade de dar continuidade aos trabalhos para a constituição do Órion Parque. “Lages não podia ficar fora da Economia do Conhecimento”, afirma.

Em 2012, o projeto do Centro de Inovação foi lançado. “A partir daí vimos os trabalhos realmente começar. Tudo foi construído e planejado para que as empresas sejam canalizadas a empreender e inovar, buscando contribuir socioeconomicamente com a região ao apoiar as novas vocações, integrando a Biotecnologia e Tecnologia da Informação para criar uma cultura inovadora e empreendedora competitiva”, explica Roberto Amaral.

Principais feitos do Órion Parque

* Assinatura do convênio, junto ao Governo do Estado-SDS na ordem de R$ 551.224,00, que garante o custeio das atividades do Órion Parque para 2018;

*Assinatura do protocolo de intenções com a Spin Exponential Business – aceleradora de startups;

*Consolidação de Lages no pódio da Inovação catarinense. O município é o terceiro em maior número de candidaturas ao Sinapse da Inovação 2017;

* Escritório de Projetos do Gênesis- Núcleo de Projetos, Negócios e Propriedade Intelectual;

*Seminário de Indicação Geográfica com foco no Queijo Artesanal Serrano- entrega da requisição de registro da Indicação Geográfica (IG) do Queijo Artesanal Serrano ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), através da Federação das Associações de Produtores de Queijo Artesanal Serrano de SC e RS (Faproqas);

* ÓrionLab:  ambiente no qual a empresa se instala fisicamente no Centro de Inovação para o fomento de Projetos Inovadores ou com potencial para serem incubados;

* ÓrionConnect- Empoderamento Digital à Melhor Idade;

* Reuni Experience: Incentivo ao empreendedorismo- iniciativa para o crescimento do ecossistema da inovação na região;

* 3ºSeminário Catarinense de Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs), visando criar debate entre Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs);

 

*Mais de 170 eventos de Inovação no Órion Parque desde a inauguração.

Silviane Brum - Assess. de Imprensa do SCC