Talvez um dos eventos mais importantes dos sete anos de Governo Colombo, até aqui, tenham sido realizados na noite desta terça-feira (06 de fevereiro), no Teatro Marajoara, em Lages. 

Tudo porque foi anunciado para a cidade de Lages a vinda de uma grande indústria, a Berneck S.A. Painéis e Serrados, uma empresa com mais de 60 anos de atuação, com matriz em São José dos Pinhais (PR) e filial em Curitibanos. Os investimentos em sua terceira unidade, a segunda em Santa Catarina, em Lages, será de R$ 800 milhões, gerando 550 empregos diretos em sua primeira fase. 

Num segundo momento, no médio prazo, os investimentos poderão chegar a R$ 1,2 bilhão, chegando aos 1.000 empregos diretos. O protocolo de intenções foi celebrado entre a empresa, representada por seu Diretor Presidente, Sr. Gilson Berneck, Governo de SC (Governador Colombo) e Prefeitura de Lages (Prefeito Antônio Ceron). Pelo acordo, o Governo do Estado e a Prefeitura garantem incentivos fiscais, além de doarem uma ampla área de terreno onde a empresa será instalada (às margens da BR-116, próximo à unidade da JBS).

R$ 15 milhões para a Revitalização do Centro de Lages

Outra ótima notícia foi o convênio celebrado entre a Prefeitura de Lages e o Governo do Estado para o repasse de R$ 15 milhões (Fundo Social - Governo do Estado) para o projeto de Revitalização do Centro da cidade, que prevê completa reurbanização das principais ruas e da Praça João Costa, que será totalmente refeita. Agora caberá à Prefeitura licitar e fiscalizar a execução da obra, que terá também o cabeamento elétrico subterrâneo, novos passeios públicos e asfalto, arborização e outros dispositivos públicos.

Implantação do Centro Dia do Idoso

No evento, também foi assinado o contrato para o início de construção de um moderno e amplo Centro Dia do Idoso, um espaço privilegiado para as pessoas da Terceira Idade terem momentos de recreação, lazer, saúde e convivência, além de palestras e oficinas diversas. Esse Centro Dia, a ser construído no bairro Vila Mariza,  terá inclusive piscina para hidroginástica, cancha de bocha, salão de jogos, espaço de convivência, auditório para treinamentos e palestras, entre outros equipamentos. O investimento será de R$ 1.080.000,00, repasses do Governo de SC, através da Secretaria de Estado da Assistência Social. 

Discurso de Colombo foi em tom de despedida

Visivelmente emocionado com palavras elogiosas que ouviu do prefeito Antônio Ceron - e de aplausos e homenagens que recebeu durante a solenidade - o Governador Colombo falou em tom de despedida. Disse que em breve deixará o comando do Governo de SC. E que combateu o bom combate, estando à frente do Governo durante a maior crise econômica que o Brasil já viveu, o que não foi nada fácil e nem um pouco agradável. 

Colombo disse novamente o que já falou várias vezes em outras oportunidades: enquanto outros estados para enfrentarem a crise resolveram aumentar impostos, Santa Catarina travou uma guerra de gestão, cortando custos, enxugando a máquina pública e fazendo economia. O resultado é que enquanto outros Estados estão com sérias dificuldades financeiras - alguns literalmente "quebrados" - Santa Catarina está com a grande maioria de suas contas em dia (exceção da saúde), não aumentou impostos e administra muito bem suas finanças. "Fomos o último Estado a entrar na crise. E o primeiro a sair", sentenciou. "No ano passado, enquanto o PIB do Brasil cresceu 1% (depois de dois anos com PIB negativo), Santa Catarina cresceu 4,1%", informou. "Fomos também o campeão entre os estados a mais gerarem empregos com carteira assinada no ano passado, com quase 30 mil novas vagas", acrescentou. 

Texto e fotos: Loreno Siega - Revista Visão