A campanha de vacinação contra a gripe para os trabalhadores da indústria está ocorrendo em toda Santa Catarina. A meta do Serviço Social da Indústria (Sesi), entidade da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), é vacinar 300 mil pessoas em todo Estado. Na Serra Catarinense, 8,5 mil industriários devem ser imunizados. As inscrições podem ser feitas na página www.sesisc.org.br/vacina até o dia 25 de março.

 

A diretora do Sesi - Regional Serra Catarinense, Silvia De Pieri, lembra que o clima frio da região favorece a disseminação de vírus. “Nossa preocupação é imunizar todos os trabalhadores e seus dependentes, e desta forma evitar a proliferação de doenças transmissíveis comuns do inverno, contribuindo para a qualidade de vida do colaborador e a produtividade da indústria”.

 

O sistema de adesão possibilita que a indústria adquira os dois tipos de vacinas para a gripe, a trivalente e quadrivalente. Além dos trabalhadores, são beneficiados com o valor diferenciado os dependentes diretos e colaboradores terceirizados. Há ainda, uma cota disponível para a comunidade.

A gripe

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que mais de 2 milhões de mortes a cada ano sejam evitadas pela vacinação. O órgão também garante que a imunização é um dos investimentos em saúde que oferecem o melhor custo-efetividade para as nações, possibilitando resultado expressivo de prevenção a baixo custo, se comparadas a outras medidas.

Diferente de um resfriado, a gripe é uma doença séria. Todos deveriam, anualmente, tomar vacina contra a influenza, lembrando que quanto mais frágil a saúde do indivíduo, maior a importância de se vacinar. A imunização da população é muito importante para evitar os surtos de gripe.

Por Catarinas Comunicação II Imagem: Internet