A três meses do início do inverno, a estação do ano que mais atrai turistas à região Sul, principalmente à Serra, Lages já se prepara na organização da 3ª edição do Festival Serra Catarina. Requinte e sofisticação na região considerada a Europa brasileira. O prefeito Antonio Ceron recebeu em seu gabinete, na manhã desta terça-feira (13 de março), o presidente em exercício da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Lages, Marcos Tortelli; a presidente licenciada, Rosani Pocai; o diretor executivo, Jhonathan Roberto Silva, e a coordenadora de Comunicação, Claine Andrade, com quem delineou a linha de apoio do Poder Público municipal ao evento, programado para o período de 29 de junho a 30 de agosto. O suporte, através da disponibilização de capital humano e/ou logístico e de divulgação, será oferecido pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo.  

A principal missão do Festival consiste em evidenciar as características peculiares da região com o clima mais gelado do Brasil e fazer um convite ao público para prestigiar manifestações de cultura, música, arte, esporte, gastronomia, diversão e aventura. Mais de 60 eventos estão no calendário regional, em 52 dias de programação, promovidos por diferentes segmentos, dentre os quais estão o 5º Festival Gastronômico Sabores de Lages (Sebrae - degustação de pratos típicos a preços promocionais), 2º Rally Rota SC, Rally Cross Country, 5º Bike Serra, 6º Festival Internacional de Música, 22º Motoneve, 2º Acordeon Festival, 6º Encontro de Veículos Antigos e Clássicos, 11ª Trilha da Neve, 2º Trekking na Coxilha Rica, Semana de Fotografia, Semana de Música e Mostra de Curtametragens (estes três promovidos pela Fundação Cultural de Lages - FCL), Megabanda (composta por 500 alunos da rede pública de ensino), além da programação do Sesc no Centro Cultural Vidal Ramos, entre outros locais.

120 atrações ao todo

Ao todo serão 120 atrações acompanhadas por milhares de visitantes, lembrando que em 2017 somaram 22 entidades e organizações parceiras. O retorno é nítido em lanchonetes, restaurantes, bares, sorveterias, lojas, supermercados, hotéis, pousadas, hotéis fazenda, shopping e no aeroporto. “O Festival já está consolidado. Pelos números das últimas edições pôde-se perceber seu crescimento e a integração dos 18 municípios da Serra faz com que ganhe mais corpo e tenha resultado econômico muito interessante. Por isso a prefeitura dará todo apoio para que a edição deste ano seja ainda maior e melhor que as anteriores. A CDL pode contar com a gente. O Município sem dúvida é parceiro e une esforços para Lages e a Serra se sobressaírem no Estado em função de eventos tão especiais na estação de maior circulação e turistas”, enfatiza o prefeito Ceron. A divulgação do Festival deverá ser intensa nos distintos meios de comunicação, bem como em redes sociais e em eventos institucionais em Câmaras de Vereadores, Alesc e na Festa Nacional do Pinhão. “Nossas expectativas são as melhores possíveis e poder contar com a prefeitura nos causa ainda maior orgulho de realizar um evento desta magnitude”, pontua o presidente Marco Tortelli.

O Festival Serra Catarina foi aprovado pela Lei Rouanet e desde então a CDL está debruçada na captação de recursos financeiros junto a empresas patrocinadoras através de incentivo fiscal. O aporte será destinado à realização das atrações e desta vez será intensificada a integração dos demais 17 municípios da Serra, quando seus talentos locais estarão sob os holofotes. A sugestão é a realização de uma mostra de valores culturais em cada cidade interessada, apresentados em um concurso com uma final em Lages e agregado com música e artes cênicas. Entre os eventos da terra da maçã e do vinho, São Joaquim, estão a Trilha da Maçã e do Vinho, 11ª Cavalgada da Nevasca e a Copa Desterro de Jiu-Jitsu.

Impacto econômico

Para se ter base da dimensão da repercussão econômica dos eventos que ocorrem ao longo do Festival, em 2017, o Rally Cross Country movimentou 66 veículos (motos, quads, UTVs e carros), 110 competidores, 43 profissionais de imprensa, 28 profissionais de equipe médica, 800 diárias de hotel (organização, competidores e familiares), 2.800 refeições, 247 passagens aéreas, 24.300 litros de combustível, 15 mil visitantes no Lages Garden Shopping nos dias de evento (local de concentração e largada), com impacto direto de 68% no crescimento de vendas, totalizando R$ 630 mil de impacto direto na economia.

Agenda

Na próxima sexta-feira (16) haverá uma reunião do Conselho da Amures às 11h e no mesmo dia, às 15h, a reunião com os prefeitos, quando a CDL reforçará a divulgação do Festival.

Aniversário de 50 anos da CDL

Em 2018 a CDL de Lages completará 50 anos e seus dirigentes aproveitaram o ensejo do encontro para convidar Ceron, um dos homenageados, aos festejos de comemoração, no dia 23 de junho, às 20h no Clube Caça e Tiro 1º de Julho.

Compromisso recíproco pela legalidade

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages (CDL) manifestou publicamente, através de uma carta, o apoio ao trabalho realizado pelo setor de Fiscalização dos Serviços Públicos, coordenado pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, em relação às vistorias aos vendedores ambulantes, quando é verificada a existência regularizada de autorização do Município para exercício da atividade.

O documento enfatiza, de maneira objetiva que a atuação dos ficais e da Polícia Militar “no combate ao comércio ilegal é mais uma forma de valorização do empresário, que age em acordo com a normatização e legalidade, cumprindo com suas obrigações tributárias, trabalhistas e sociais”.

Fotos: Greik Pacheco - Texto: Asses. de Imprensa da PML