Ele é um policial militar com mente e corpo concentrados em manter a saúde em dia e em obter melhores resultados a cada disputa. E ela já coleciona premiações de botar inveja em qualquer competidor.

Filipe Lopes Godoy tem 33 anos e é policial militar. Natural de Porto Alegre (RS) mora em Lages há mais de 20 anos e abocanhou o 1º lugar na categoria e na geral da Corrida Rústica, dos Jogos Comunitários de Lages (Jocol - uma as maiores competições do esporte amador do Sul), com o tempo de 17’16” em cinco quilômetros, embora sua especialidade seja dez quilômetros. Ele correu pelo Grêmio Três de Novembro (GTN) e comprovou o nível de competitividade da Corrida Rústica da manhã deste domingo (18 de março), a primeira modalidade dos Jocol de 2018. “Já participei de três edições da Corrida dos Jocol e este foi o meu melhor tempo”, celebra Godoy. Foram percorridos cinco quilômetros por ruas e avenidas nas adjacências do ponto de largada e chegada, o Ginásio Municipal Jones Minosso.

Godoy já venceu nos Jocol em sua categoria (até 30) em 2014 e 2015. Participou da Corrida da Festa do Pinhão (1º na categoria), disputa em Vargem (SC) (final de 2017-1º na categoria), corrida de aventura da Endorphine, do 6º Batalhão da PM, da Semasa, da Comunidade do Bairro Penha e Corrida do Lages Garden Shopping (1º lugar).

O treino do atleta amador é intenso, com corrida de dez a 15 quilômetros por dia. “Eu mesmo me preparo, cuido da alimentação e faço fortalecimento na academia. Os Jogos Comunitários valorizam e incentivam os jovens à atividade física. Faz bem para o corpo, à mente e para a sociedade”.

O 1º lugar na categoria feminina, com a cronometragem de 20’43” é da lageana Franciele Vingla Steinck, 35 anos. Ela correu pela AB Bike & Fitness, compete oficialmente há nove anos. Começou no esporte com o professor Marco Aurélio aos 13 anos, é tricampeã dos Jocol e já perdeu a conta de quantas vezes correu na Rústica. “Hoje vou correr ainda mais cinco quilômetros em Campos Novos (Yesbras), em comemoração aos 137 anos do município (30/03). Eu sempre corro rede nacional, em Florianópolis, Meia Maratona. Corro em competições até 30 quilômetros. Sempre me coloco bem na geral. Hoje foi um treino para a tarde. Estava abafado, mas é muito gratificante”. Franciele dispõe de um treinador e foca especificamente nos cinco e dez quilômetros. “Eu faço tiros e rodagens durante a semana, só não fiz essa semana devido a uma Meia Maratona e mais cinco quilômetros em Jurerê, devido ao calor.” Sua intenção é estar no imenso pelotão da Corrida de São Silvestre, tradicional disputa do dia 31 de dezembro em São Paulo.

O poder da Rústica

Contabilizadas as inscrições, mais de 400 atletas participaram da disputa, dos 14 anos de idade em diante, representando diversos municípios da Serra - cidade sede Lages, Correia Pinto, Campo Belo do Sul, Rio Rufino, São José do Cerrito, entre outros. Medalhas serão entregues aos cinco primeiros lugares de cada naipe (masculino e feminino) e troféus aos três campeões gerais (somatória de pontos) no dia da abertura oficial dos Jocol (24 de março). O cálculo da cronometragem será concluído nesta segunda (19), apontando os dez melhores da Rústica.

Foram proporcionados pontos de hidratação com água durante o percurso e no local de concentração havia água e frutas disponíveis para todos os envolvidos no evento. “A organização foi muito elogiada. Todo ano a Corrida tem um crescimento e o evento está melhorando ao longo dos anos. E o Poder Público tem de incentivar, pois através do esporte muita gente foge dos perigos da rua. Há muitas equipes de corrida em Lages. Eu recebi um telefonema de Deraldo Oppa, da Associação das Federações Esportivas, que faz parte também do Conselho Estadual de Esporte, manifestando que em 2019 quer estar aqui conosco”, salienta o superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Nilson Cruz.

Um show de talentos

Depois da Rústica serão iniciadas as partidas do futebol de campo da 1ª Divisão, futebol suíço 40+, futsal masculino e feminino e os jogos de mesa (tranca, tranca casais, truco e dominó). O futsal iniciará em 2 de abril e o futebol da 1ª Divisão dia 7 de abril. As disputas das demais modalidades começarão em maio.

As competições seguem de 18 de março até dezembro. “O futebol é o carro-chefe dos Jocol, contando com a participação de mais de 2.800 atletas”, pontua um dos coordenadores, Jehan Oliveira, lembrando que a 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), sediados em Lages em novembro de 2017, configurou como um importantíssimo estímulo para o desenvolvimento de praticantes do esporte. Ainda serão definidos os nomes dos ícones esportivos a serem homenageados este ano, estampando os troféus das competições.

Abertura oficial no próximo sábado, dia 24 de março

No sábado (24 de março), os Jocol 2018 serão abertos oficialmente, no Ginásio Jones Minosso, às 18h30min. Na sequência haverá o jogo de futsal da Liga Catarinense de Futsal, entre a equipe de Lages e a de Curitibanos. “O prefeito Antonio Ceron, o vice Juliano Polese e todos os secretários estão nos apoiando indistintamente. A todos, e à comunidade, o nosso ‘muito obrigado’ desde já”, expressa Nilson Cruz.

25 modalidades e mais de quatro mil atletas

Os Jogos Comunitários de Lages de 2018 terão 25 modalidades nos naipes masculino e feminino. Serão 95 equipes e mais de quatro mil atletas. Haverá duas divisões. A novidade desta edição será o retorno do bicicross e o xadrez. Ainda de acordo com os coordenadores dos Jocol, Benedito Moura e Jehan Oliveira, os Jocol já se tornaram um patrimônio sócio-histórico, de esporte e cultura de Lages, e o seu maior intuito é promover a prática desportiva saudável, o entretenimento, a saúde e a integração entre as pessoas de diferentes bairros, assim como a educação e o respeito comunitário.

41 anos

Os Jocol começaram a ser realizados em 1977 e primeiramente denominavam-se Copa Arizona de Futebol, a sua única modalidade. Na década de 1980 transformou-se em Jogos Interbairros (Jibs), com o acréscimo de algumas poucas modalidades. Nos anos 1990 tornaram-se Jogos Abertos de Lages (Jals). O nome Jocol chegou somente em 2000, quando foi adotada uma nova formatação, com a inclusão de todas as modalidades que permanecem até hoje, inclusive a rústica, primeira modalidade a ser disputada.

Fundação de Esportes em evidência

A FME de Lages apoia escolinhas de basquete, futsal, handebol, voleibol, xadrez, tênis de mesa, artes marciais, principalmente cedendo espaço físico para treinamentos, sendo os ginásios Jones Minosso e Ivo Silveira, e o Estádio Vidal Ramos Júnior. “Estamos ajudando praticamente todas as modalidades, em consonância à Lei do Marco Regulatório (13.019). O Município ajuda financeiramente na medida do possível e as associações esportivas cumprem a sua contrapartida, com oferecimento de serviços e buscam complementação na iniciativa privada”, justifica Nilson Cruz. Em torno de 25 instrutores esportivos terão o auxílio neste ano para atuação nas escolinhas.

Após, as associações deverão ser beneficiadas. O edital será lançado provavelmente na próxima semana com perduração por 30 dias. As associações se inscrevem, a questão é formalizada e o contrato é assinado, com vigência de um ano.

 

Fotos: Marcelo Pakinha - Texto: Assess. de Imprensa da PML