O Internacional de Lages bem que tentou jogar de igual para igual contra o Figueirense, neste domingo (18/03), jogando no Estádio Orlando Scarpelli. E até que nos primeiros 30 minutos parecia que não seria impossível sair da capital com pelo menos um pontinho. 

Mas, aos 31 minutos, em bobeira da zaga do Inter (bate e rebate), o time da capital fez 1 x 0 através do jogador Renan Motta. 

Na etapa complementar, para piorar as coisas, o Inter de Lages teve dois jogadores expulsos: o zagueiro Fernando Belém e o atacante Raphael Luccas (o juiz foi rigoroso demais nas expulsões - se fossem jogadores do Figueira a fazerem aquele tipo de faltas dificilmente seriam os dois expulsos). 

Jogando fora de casa, contra o segundo melhor time da competição - e com apenas nove jogadores em campo - o Inter de Lages foi heróico ao segurar o placar em apenas 1 x 0 para o adversário. O Figueirense chegou a fazer 2 x 0, num gol legítimo. Mas que foi anulado pelo juiz alegando que a bola havia saído no cruzamento que resultou no gol (não saiu coisa nenhuma). 

Com o resultado de 1 x 1 entre Concórdia e Avaí, que jogaram no começo da noite, o Inter agora volta para a lanterna junto com o próprio Concórdia em número de pontos (12 pontos cada). Mas o Inter de Lages está na frente porque tem saldo negativo de 9 gols enquanto o Concórdia tem saldo negativo de 10 gols. 

A partir de agora, a contagem é regressiva para o Inter no certame. Se quiser sonhar em permanecer na 1ª Divisão em 2019, deverá vencer o Concórdia nesta quinta-feira (22/03), às 19h30min., no Tio Vida. E depois vencer também o Tubarão em casa, na semana seguinte, além de arrancar alguns pontos nas duas partidas que ainda terá fora de casa. 

Fotos: Divulgação Figueirense