Na noite desta quarta-feira (28/03), a Câmara de Vereadores promoveu uma audiência pública para discutir o fim do assédio feminino em Lages. A proposição da vereadora Aida Hoffer (PSD), aprovada por unanimidade por todos os legisladores, trouxe para a mesa de debates representantes da Secretaria de Política Pública para Mulheres; da Delegacia de Proteção à Mulher, Criança, Adolescente e Idoso; do Grupo de Pesquisa em Gênero, Educação e Cidadania na América Latina (Gecal); da Promotoria do Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher; do Coletivo Feminino do CAV; e do Conselho da Mulher.

Mulheres de todos os segmentos sociais e a comunidade em geral participaram do encontro com intuito de mobilizar, lutar e alertar a sociedade para o fim do assédio feminino e outras formas de violência contra a mulher, tais como violência física, psicológica, sexual, patrimonial e moral. “Quero agradecer ao movimento Coletivo Feminino, pois foi graças a iniciativa dessas meninas, muitas vítimas de assédio, que a cidade acendeu uma luz vermelha para o problema. Vamos dar um encaminhamento dessa audiência pública para que todos os grupos, entidades e órgãos de combate e prevenção de violência contra a mulher possam trabalhar unidos pela prevenção desses casos. Já temos políticas públicas que atendem as mulheres vítimas de violência, mas precisamos pensar e agir, principalmente, para evitar que esse tipo de violência aconteça, assim como as demais”, ressaltou a vereadora Aida.

Assessoria de Imprensa da Câmara de Lages